Games Notícias

59% das mulheres escondem o gênero em jogos para evitar assédio, diz pesquisa

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins
woman-player-gamer

Pesquisa foi feita com 900 jogadoras

Os videogames estão se tornando mais inclusivos e acolhedores para todas as pessoas, mas de acordo com uma pesquisa recente, 59% das jogadoras escondem seu gênero quando jogam online “para evitar conflitos”.

A pesquisa foi conduzida pelo grupo de pesquisa de marketing Reach3 e incluiu as opiniões de 900 jogadoras sobre assuntos que vão desde discriminação até seus tipos de jogos favoritos. O estudo é dividido em várias seções, com uma seção focada em como as mulheres mudam sua identidade online para evitar o assédio indesejado. De acordo com a pesquisa, muitas mulheres que escondem seu gênero o fazem fingindo ser do sexo masculino, usando uma identidade sem gênero ou evitando conversas de voz.

Videogames 59% das mulheres escondem o gênero em jogos para evitar assédio, diz pesquisa

A toxicidade exibida para mulheres por jogadores do sexo masculino é uma ocorrência bem conhecida em muitos jogos online. Em uma série de depoimentos que acompanham os dados da pesquisa, várias mulheres descrevem como mudam seus hábitos de jogo para evitar essa toxicidade. Algumas mulheres nos depoimentos observam que os jogadores do sexo masculino enviam regularmente mensagens de flerte indesejadas, imagens sexuais e outras comunicações indesejadas exclusivamente devido ao seu gênero.

No que diz respeito aos jogos em termos de diversidade de gênero na comunidade, eles ainda são dominados pela maioria dos jogadores do sexo masculino. De acordo com a pesquisa, 77% das mulheres sofreram discriminação de gênero ao jogar. Algumas dessas experiências incluem ser insultada, questionada, receber conselhos não solicitados ou receber outro “comportamento explicitamente sexista” em espaços online. A falta de moderação em muitos espaços online muitas vezes resulta em “pouca ou nenhuma repercussão” para aqueles que discriminam as mulheres.

A pesquisa também abordou como o marketing e a publicidade podem ajudar a promover as mulheres na comunidade de jogos. As mulheres entrevistadas escolheram a publicidade como o meio mais provável de ajudar a mudar o comportamento sexista online. Algumas das ideias sugeridas incluem um melhor equilíbrio das mulheres nos anúncios, fazendo com que as mulheres façam dublagens para os anúncios e estreando elencos só de mulheres para jogos. A criação de um espaço inclusivo e acolhedor não depende inteiramente de anunciantes e empresas de jogos, pois também cabe aos indivíduos denunciar a discriminação sexista quando ela surge.


Para mais informações sobre games, acompanhe a Manual no Facebook, Twitter, Instagram e através de nosso canal no Youtube.

Publicado em 23 de maio de 2021 às 13:07h.
2021-05-23 13:07:43