Análises

Agents of Mayhem | Análise

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

Produzido pela Volition, o jogo recém-lançado Agents of Mayhem tem muito de Saints Row. A começar pela história que gira em torno de uma organização conhecida como MAYHEM – Multinational Agency Hunting Evil Masterminds – fundada por Persephone Brimstone (personagem que apareceu em Saints Row: Gat out fo hell) e financiada por Ultor Corporation, principal antagonista de Saints Row 2. O principal objetivo da MAYHEM é parar as ações de uma organização de super vilões denominada LEGION – League of Evil Gentleman Intent on Obliterating Nations. Tudo isso num cenário futurístico de Seul, na Coreia do Sul.

Sentindo o jogo

No estilo open world e em terceira pessoa, o game disponibiliza trios de agentes. Com engenhocas exclusivas o jogador pode moldar o seu trio, aumentar dano das armas, alterar o reabastecimento de energia, efeitos secundários das armas e durante o jogo pode alternar os agentes do trio escolhido. Outras melhorias tornam-se disponíveis durante o jogo. Cada agente tem habilidades e jogabilidade únicas, fazendo com que o jogador desenvolva estratégias e planeje seus passos para a missão. Outros agentes podem ser desbloqueados ao longo das operações quando completadas.

Com 16 níveis de dificuldade, a recompensa melhora a cada degrau. E a durabilidade também agrada, pois são mais de 50 missões, além das missões secundárias e itens a desbloquear. Na base The Ark é possível comprar novos upgrades e experimentar exercícios de treino VR e acrescentar objetivos de conflito global. Diversão garantida.

Não dá para jogar com um amigo no modo cooperativo, mas é possível jogar online com outros jogadores para completar missões.

O gráfico é vibrante e agrada, tem um estilo cartoon e as custscenes lembram desenhos animados dos anos 90. Mas algumas falhas acontecem às vezes, como personagens que ficam presos em objetos e durantes às lutas com os inimigos é possível perceber algumas leves alterações.

Conclusão

Vale a pena jogar, o game tem carisma e desafia o jogador. É engraçado, divertido, interessante e ajuda a suportar a saudade e a ansiedade por um novo Saints Row. Os grandes destaques vão para a permuta dos agentes e o mundo aberto.

Manual dos Games recomenda.
Adquira já o Seu nesse Link

Publicado em 24 de agosto de 2017 às 19:54h.
2017-08-24 19:54:11