Análise Análises Destaque Jogos Nintendo PC Playstation

Análise | Atelier Lulua: The Scion of Arland

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

Atelier Lulua – The Scion of Arland foi lançado no ultimo dia 24 de Maio, desenvolvido pela Gust, e publicado pela Japonesa, Koei Tecmo para Playstation 4, Nintendo Switch e PC (Steam). Trata-se de um JRPG clássico, uma sequência direta para a Arland Trilogy.

Como em boa parte dos JRPGs de sucesso, trata-se de uma franquia longeva, com uma história no mínimo, confusa, que vai exigir uma boa dose de paciência se você tem a pretensão de entender todas as motivações dos personagens e construção de mundo sem ter jogado os títulos anteriores, de modo que este jogo pode não ser necessariamente seu melhor ponto de partida, caso você tenha interesse em mergulhar de cabeça na franquia.

Atelier Lulua – The Scion of Arland não trás grandes novidades à franquia, apostando todas as suas fixas em elementos clássicos estabelecidos a décadas, e como era de se esperar, funciona!

A JORNADA DE LULUA

O jogo é uma continuação direta da Arland Trilogy, onde Mlmerulia Frixell será a personagem principal, e filha de Rorona Frixell, protagonista do primeiro jogo da franquia Arland. Está ambientado anos após Atelier Meruru – The Apprentice of Arland, e com uma tama leve e despretensiosa, é capaz de envolver o jogador em aventuras divertidas, e até certo ponto, interessantes.

O enredo se desenrola ao redor de Elmerulia, conhecida pelos amigos como Lulua, filha da renomada alquimista Rorona, além de ser aprendiz da alquimista Pina. Os jogadores mais familiarizados com animes e mangás, vão se ambientar muito facilmente no enredo de Atelier Lulua. Como era de se imaginar, o sonho da protagonista é superar a sua mãe. E em meio aos seus estudos, coisas esquisitas começas a acontecer.

Elmerulia vive em um vilarejo localizado em uma das fronteiras da República de Arland, um dia acaba se deparando com um livro que somente ela é capaz de ler, e por intermédio disso, ela acaba descobrindo que possui um poder especial. Partindo dessa descoberta ela decide, ao lado dos seus amigos, decifrar o livro inteiro, e essa curiosa busca vai leva-la a descobrir verdades obscuras que podem afetar todo o reino de Arland.

OS ALQUIMISTAS ESTÃO CHEGANDO

Se você está familiarizado ao sistema de jogos dos JRPGs, não vai encontrar nada de novo ou surpreendente aqui, na verdade tudo parece um pouco datado, porém trata-se de uma fórmula tão familiar e divertida, que não vai incomodar em nada aos fãs do gênero. Todo o mecanismo gira em torno do sistema de Synthesis, exploração de cenários e excelentes batalhas.

Através de longos diálogos, você vai se aventurar pelo reino de Arland e gradualmente preencher seu livro com receitas únicas, que te permitirão realizar Synthesis cada vez mais poderosas. O mecanismo de alquimia consiste basicamente em misturar materiais diversos, comprados ou encontrados ao longo das suas explorações, literalmente misturando-os em um caldeirão e obtendo como resultado itens incríveis, ou não.

O sistema de exploração é basicamente o mesmo que encontramos em todos os JRPGs clássicos, e exatamente igual aos demais jogos da franquia. Você vai se locomover em um mapa mundi temático, acessando zonas específicas onde poderá explorar uma área limitada. O ponto alto do game, que de fato me manteve empolgado até o fim, foi o excelente sistema de combate em turnos, que mais uma vez não traz nada de excepcional, mas é desafiador e divertido na medida certa.

Todo o gameplay e mecânicas de jogo em Atelier Lulua podem parecer antiquados, porém os desenvolvedores apostaram em uma fórmula consagrada, que cativou e continua cativando milhões de jogadores mundo à fora.

VALE A PENA JOGAR

Os gráficos cartunizados emulam o estilo dos animes, com uma trilha sonora excelente, tornando esse título um prato cheio para os otakus de plantão. Além disso a história é interessante o suficiente, e os aliados que Lulua encontra ao longo da sua jornada possuem personalidades únicas e bem desenvolvidas, que vai funcionar especialmente para os otakus familiarizados com histórias do gênero.

Apesar de entregar um gameplay datado, tudo funciona à perfeição e consegue entregar uma jogabilidade satisfatória, com um sistema de combate viciante que vai acertar em cheio aos amantes de animes e mangás.

Se está em busca de um JRPG despretensioso e divertido, definitivamente Atelier Lulua – The Scion of Arland é ideal para você, e embora a experiência de jogo seja excelente no Playstation 4, do meu ponto de vista, o Nintendo Switch é o console perfeito para aproveitar ao máximo JRPGs.

Publicado em 21 de junho de 2019 às 23:59h.
2019-06-21 23:59:40