Análise | Call of Duty: Modern Warfare III

Warzone 2 - Evento Shadow Siege

Call of Duty: Modern Warfare III ao ser anunciado chamou atenção de todos os fãs da franquia e também dos apaixonados pelo Warzone, tudo isso, tendo em vista que o game trouxe a campanha com foco na narrativa que iria se desenvolver em Verdansk, no Uzerquistão.

Nessa linha, conforme o lançamento ia aproximando, o hype de retornar à Verdansk era incontrolável, porém, o que os jogadores esperavam, ficou apenas no hype e sonho, pois, infelizmente o novo título da franquia não entregou tudo que prometia e nem chegou a satisfazer as expectativas dos fãs e veteranos que mantém a franquia viva.

Campanha de Call of Duty: Modern Warfare III

A campanha de Call of Duty: Modern Warfare 3 começou em seu ápice, colocando os jogadores na missão inicial de infiltração na famosa e saudosa prisão de Verdansk, onde o game nos reinsere novamente no papel da Força-Tarefa 141, colocando-nos na trilha de um antigo inimigo, Makarov, em sua tentativa de desestabilizar o Ocidente.

Call of Duty Modern Warfare 3 003

Infelizmente, o mais recente título da franquia COD apresenta notáveis decepções, sendo a campanha responsável por grande parte da negatividade que o cerca. Nesse contexto, as missões do modo história se destacam por divergir das abordagens tradicionais encontradas nos outros títulos da série. Em Modern Warfare 3, as Missões de Combate Abertas assemelham-se mais a partidas convencionais de Warzone, onde o jogador adquire a maior parte do seu equipamento no campo de batalha, do que a missões de campanha propriamente ditas.

Call of Duty

Na campanha de MW3, os jogadores são desafiados a adquirir equipamentos, armas e descobrir rotas mais eficazes ao longo do nível, com a necessidade de tentar novamente em caso de falha – uma possibilidade provável, considerando o preço frustrante dos pontos de controle.

Embora essas missões desempenhem bem quando claramente direcionadas a estilos de jogo específicos, como a furtividade, elas parecem, em grande parte, ser substitutas inferiores para os níveis típicos de uma campanha de Call of Duty. A ausência de cenários dramáticos ou tiroteios meticulosamente elaborados destaca-se, dando lugar a encontros mais suaves e objetivos que lembram os Contratos da oferta Battle Royale da franquia.

Call of Duty

Dito isso, considerando que a campanha deveria ter o foco em narrativa e desenrolar dos acontecimentos que vem se harmonizando com os títulos anteriores em suas campanhas, Call of Duty: Modern Warfare III não entrega tudo que prometeu e para grande frustração dos jogadores, como dito acima, parece mais uma partida de DMZ/Battle Royale do que uma missão do modo história.

Desse modo, considerando tudo que foi apresentado pelos teasers e pelo que foi entregue, a campanha não merecia ter sido tão mal desenvolvida ou planejada, pois, ela praticamente é uma montanha russa, onde os jogadores começam no ápice e dai pra frente vai de queda livre sem volta.

Portanto, a campanha desse novo título da franquia é extremamente decepcionante e frustrante para todos os jogadores que são veteranos ou aos novos que vão começar a jogar Call of Duty: Modern Warfare III.

Multiplayer de Call of Duty: Modern Warfare III

O modo multiplayer de Call of Duty: Modern Warfare 3 apresenta aspectos razoáveis, com pontos positivos e negativos. Este novo jogo da franquia baseia-se fortemente no Modern Warfare 2 de 2022, utilizando-o como uma fundação. A diferença crucial é que, no MWIII, os feedbacks da comunidade foram aplicados, algo que deveria ter sido feito no multiplayer do ano passado, além disso, o novo game da franquia chega com novas 37 (trinta e sete armas) novas.

Call of Duty Modern Warfare 3 010

De certa forma, o multiplayer do Modern Warfare 3 supera seu antecessor em vários aspectos. Destacam-se movimentos mais suaves e rápidos, uma resistência maior para tiroteios prolongados, a presença de um minimapa tradicional e o benefício do Dead Silence. Além disso, a reintrodução do Slide Cancel foi muito solicitada pelos fãs veteranos da franquia, conferindo ao jogo uma fluidez e intensidade adicionais.

Call of Duty

Os 16 mapas originais do MW2 de 2009 retornaram, e apesar de alguns não serem tão bem-sucedidos, são consideravelmente melhores do que os novos mapas dos últimos anos.

Fique tranquilo que seus operadores, armas e projetos do MW2 estão acessíveis no MWIII, então caso o jogador não queira upar as novas armas e apenas quiser desfrutar dos novos mapas e utilizar suas armas antigas, ele poderá fazer isso sem problema algum. Nesse sentido, além de alguns mapas serem extremamente confusos e ter respawn quebrado, o novo sistema Armory Unlock é algo que não está sendo tão bem visto dentro da comunidade, pois, em vez de desbloquear itens à medida que avança, você deve completar os Desafios Diários e, em seguida, vencer jogos para continuar a desbloquear mais, ou seja, a mecânica que antes era simples de upar o nível do jogador e desbloquear armas e acessórios, agora no MWIII não é tão simples, e isso torna a experiência um pouco frustrante para quem não possui tanto afinco e tempo disponível para completar todos os desafios. Por fim, o Mutiplayer de Call of Duty: Modern Warfare 3 é algo que estava já esperando e, apesar de alguns problemas iniciais no lançamento, ele chega a superar de certa forma o título anterior da franquia.

Zombies de Call of Duty: Modern Warfare III

O modo Zombies sempre foi um diferencial na franquia COD, proporcionando aos jogadores uma narrativa envolvente enquanto buscam sobreviver e desvendar a lore, aprimorando suas armas ao enfrentar hordas de zumbis e cães infectados pelo mapa.

Call of Duty

Contudo, esta nova versão de Zombies pode ser considerada apenas razoável. Os jogadores são transportados para o mapa no Uzbequistão e, em vez de seguir a abordagem tradicional de um mapa limitado, esse novo modo mistura elementos de DMZ/Battle Royale com Zombies, permitindo que os jogadores escolham como desejam jogar.

O mapa é vasto, com cada prédio, casa e posto de gasolina acessíveis, oferecendo uma variedade de contratos a serem cumpridos. No entanto, o destaque desse modo é a introdução de um sistema de “RPG”, dividindo o mapa em três zonas de níveis I, II e III. No entanto, é um pouco frustrante notar que, dependendo da abordagem escolhida e do momento em que você entra no mapa, o famoso upgrade “pack a punch” nas armas pode não fazer tanta diferença, tornando a experiência um tanto desanimadora.

O Zombies do MWIII sugere fortemente a necessidade de cooperação entre os jogadores. Ao escolher esse modo, a sala é formada por um total de 24 jogadores, divididos em esquadrões.

Se você apreciou o DMZ, há muito o que gostar aqui, especialmente se não gostou dos aspectos PvP. O ciclo de jogo permanece semelhante, sem a interferência do PvP, proporcionando uma experiência focada na conclusão de missões e na obtenção de novos equipamentos. É um ótimo lugar para explorar a nova narrativa e jogar CoD com amigos, sem a preocupação de confrontos com outros jogadores.

No entanto, para os veteranos que jogaram Black Ops 1 e outros títulos da franquia, este novo título pode não atender totalmente às expectativas. O Zombies do MWIII pode atrair novos jogadores, mas para os veteranos, pode não oferecer o mesmo apelo.

Antes de ingressar na partida, os jogadores podem selecionar vantagens que vão desde quick revive até juggernog, desbloqueadas por meio da conclusão de missões diárias, contratos ou desafios.

Call of Duty Modern Warfare 3 001

Por fim, além dessas vantagens, o jogador perceberá que o modo Zombies segue o estilo do DMZ do MWII, onde é necessário escolher uma arma inicial, personalizá-la e enfrentar os desafios. No entanto, caso não extraia do modo Zombies, será necessário aguardar cerca de 30 minutos a uma hora para jogar novamente com o arsenal personalizado.

Vale a pena jogar – Call of Duty: Modern Warfare III?

O modo multijogador de Modern Warfare 3 é, como em todo título da franquia, seu grande destaque e, é o elemento que sustenta a vitalidade da série ao longo dos anos. Se a sua busca está em evoluir constantemente no jogo, aprimorar novas armas e ter vantagem no acesso aos conteúdos lançados, especialmente sob a perspectiva do Battle Royale, definitivamente vale a pena investir no jogo.

No entanto, se o seu objetivo é encontrar diversão e escapar um pouco da realidade e da rotina, procurando um jogo para relaxar, infelizmente, Call of Duty: Modern Warfare III pode não ser a melhor escolha. Considerando que uma grande parcela de jogadores já atingiu o nível máximo, os respawns problemáticos nos mapas do modo multijogador e os desafios exigidos para desbloquear armas acabam se tornando obstáculos significativos para os jogadores casuais.

Portanto, o game vale sim a pena jogar, desde que você leve em consideração os pontos destacados nesta análise. No entanto, é importante ressaltar que o jogo não justifica o preço integral de suas versões normais e cofre.

nota call of duty


Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.​

VEJA TAMBÉM

Comentários: