Pesquisar

Análise | Dolmen

Primeiro de muitos títulos da Massive Work Studio

Dolmen é o primeiro jogo desenvolvido pela equipe brasileira da Massive Work Studio, e
logo no primeiro jogo já é possível perceber que essa equipe ainda irá longe, com projetos
cada vez melhores, principalmente pelo primor demostrado logo em seu primeiro projeto.

O game é um Soulslike, sendo assim ele possuí aspectos também vistos em títulos como
Dark Souls, Demons Souls, e mais recentemente em Elden Ring, e isso agrega a Dolmen,
pois trazendo esses elementos com uma ideia diferente torna o game algo novo e
chamativo.

Mas mesmo que o jogo não possua toda a fluidez e o teor técnico de projetos AAA, ele
consegue divertir o jogador, com inimigos e fases desafiadoras, no qual os fãs do gênero
irão adorar.

Dolmen 1
Análise | Dolmen 7

História digna de filmes de Ficção Científica

O enredo do game gira em torno do jogador ser enviado até o planeta Revion Prime, onde
sua principal missão é descobrir o quais eventos causarão os incidentes envolvendo o
cristal Dolmen, cujo o qual transformou o planeta em um lugar hostil, e por agora estar
sendo habitado por criaturas perigosas, essa missão não será nada fácil.

Um destaque para a história é ela trazer elementos vistos em filmes de ficção científica,
como por exemplo Alien: O oitavo passageiro e Prometheus, no qual temos um grande
ameaça extraterrestre e é preciso achar formas de deter esse mal antes que não haja mais
volta. E se você pensa que as inspirações param por aí, estão enganados, pois é notória
algumas inspirações em outros jogos que abordam a mesma temática, como DOOM,
Returnal, Halo e até Dead Space, mas esses jogam servem apenas como inspiração, pois é
possível notar apenas detalhes que remetem a esses jogos, nada que possa se caracterizar
minimamente a uma cópia de elementos desses jogos, pelo contrário, todos esses aspectos
tornam o Dolmen ainda mais atraente e com uma identidade própria, tanto na sua direção
de arte, quanto em seu enredo.

Dolmen 2
Análise | Dolmen 8

Todos esses detalhes auxiliam na criação de uma história que foge um pouco dos padrões
de se contar uma história, mas de forma nenhuma isso é uma coisa ruim, muito pelo
contrário, ao final do game o enredo pode te surpreender, tanto negativamente , quanto
positivamente.

Um Problema ainda maior

A sensação ao iniciar o game é de que nosso protagonista vai até o planeta com o propósito
de “Apagar um incêndio”, e essa sensação é real, pois segundo os próprios criadores já
afirmaram, que o protagonista do jogo funciona como um bombeiro, inicialmente.

Embora, de primeira, pensemos isso, no decorrer da história as situações e descobertas
vão escalonando de tal forma na qual em pouco tempo o que parecia apenas uma ida para
um planeta hostil buscando um cristal, se torna uma guerra alienígena, onde o jogador está
no meio do fogo cruzado. E ainda sobre esse fator, o jogo, justamente por não dar muitas
explicações a fundo sobre o universo e o que está acontecendo nele, incentiva o jogador a
ir à procura de escrituras ou documentos, que contêm um pouco mais sobre esse universo,
fazendo assim com que aqueles jogadores que seguirão apenas a campanha entenda o
jogo de forma superficial, e aquele que explorou e leu as notas e escrituras tenha uma visão
mais abrangente de todo aquele universo criado por Dolmen, sobre as escrituras e
documentos extra, vale ressaltar que o jogo está completamente em Português, tanto na
escrita, quanto na dublagem, então a exploração será mais fácil devido ao jogo estar todo
traduzido

Dolmen 3
Análise | Dolmen 9

O único “defeito” perceptivo nessa questão é no desenvolvimento dos personagens e de
suas motivações, sendo que todas as explicações ou a falta delas, deixam toda essa parte
de desenvolvimento superficial, como quem diz que o personagem no qual estamos
jogando está ali só para ter um personagem para o jogador controlar, fora alguns eventos
que ocorrem durante o game, onde sentimos que ele não foi explorado da maneira ideal,
deixando um vazio no enredo que podia ser explicado mais a fundo com 1 ou 2 cutscenes.

Jogabilidade e Habilidades

A jogabilidade do game, pode ser um dos pontos que mais causam divergência, pois ao
mesmo tempo que traz elementos e partes interessantes, em certos pontos deixa a desejar
e pode até ser frustrante ao jogador.

Mas antes de se aprofundar nestes pontos é importante comentar os principais comandos
do game, sendo eles correr, ataque forte e fraco, esquiva, defender e curar, e já neste
pontos percebemos que o jogo se possuísse um maior investimento poderia ser
aprimorado, por exemplo na hora da batalha a esquiva pode não ser tão precisa, e na hora
que o inimigo consegue te atingir o tempo de recuperação do personagem para voltar a luta
é um tanto quanto demorado, fazendo assim com que receber um ataque signifique receber
mais alguns ataques, sendo assim, pelo jogo ter como propósito ser desafiador, isso pode
significar uma morte na certa.

Na parte de progressão e habilidades, isso é um ponto positivo, pois a evolução do
personagem é visível e acompanha o progresso na história, sendo que com o passar dos
levels você sente que está mais forte e com mais recursos para enfrentar os mais diversos
inimigos que possam surgir.

Dolmen 4
Análise | Dolmen 10

O sistema como um todo do game é bem simples e fácil de se compreender, os menus são
intuitivos e de fácil acesso, em geral tudo é auto- explicativo e identificado de forma fácil de
ser acessado, então neste quesito o jogador não terá problema nenhum.

Na questão da gameplay em si, a história principal pode virar em volta de 10 a 12 horas
para a conclusão, mas se o jogador for explorar tudo pode chegar até 14 horas, não
passando muito disso. Um aspecto importante a se ressaltar é que na parte de adquirir recursos, é mais vantajoso pegar apenas os recursos que são coletados naturalmente
durante a campanha, explorar lugares a procura de itens não é muito indicado, pois os itens
que o jogador coletará serão praticamente em mesma quantidade nas quais ele já
conseguiria naturalmente.

Dolmen 5
Análise | Dolmen 11

Em parâmetros gerais, Dolmen, consegue proporcionar uma boa experiência, mas seus
problemas técnicos pesam no fator duração de gameplay, pois é praticamente impossível
conseguir avançar de forma a não morre algumas vezes por problemas relacionados a
jogabilidade, e querendo ou não isso interfere no quanto a pessoa ficará jogando o game,
pois pode ser que a uma certa altura o jogador resolva sair do game pela quantidade de
tentativas já feitas.

Gráficos

A parte gráfica definitivamente não é o ponto forte do game, mesmo que ela não seja ruim,
ela não está digna da nova geração de consoles, mas , isso deve ter relação com o fato do
game ainda ser o primeiro projeto da empresa

Em termos técnicos o game roda a 60 FPS no modo desempenho (No PS5) e a 30 FPS, ray
tracing e 4k no modo gráfico.

Conclusão

Dolmen é um bom jogo, mas devido a limitações acaba perdendo um pouco do seu brilho,
mas mesmo assim consegue trazer uma experiência prazerosa e dá um ótimo start na
história da Massive Work Studio como um promissor estúdio na área de Games.

O game já está disponível para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X e PC.

Dolmen 7
Esta Análise foi feita com uma cópia cedida gentilmente pela Massive Work Studio

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.​

VEJA TAMBÉM

Comentários: