Análises Destaque Games

Análise | Fairy Tail

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins
Fairy Tale

Fairy Tail traz combates eletrizantes e personagens icônicos

Fairy Tail se trata de um JRPG clássico de combates em turnos – E que combates meus meus amigos!

Antes de mais nada, vou confessar que não conheço o anime e não li o mangá. Essa foi minha primeira experiência com o mundo mágico de Fairy Tail.

O game se trata de um JRPG, Rpg japonês, cheio de diálogos, side quests e um mapa considerável pequeno. Fairy Tail não inova tanto, mas entrega o feijão com arroz muito bem caprichado.

Captura de tela

O enredo

O enredo encantador de Fairy Tail inclui alguns capítulos presente no anime/mangá, no entanto, há também combates e narrativas inéditas.

Dentro do game, podemos aceitar missões do quadro de pedidos dentro da sede da Fairy Tail. Em grande parte essas quests se resumem à eliminar um numero x de inimigos. Depois de completar a tarefa, devemos retornar à guilda para receber recompensas: itens e moedas. Para alguns jogadores essas side quests podem ser um pouco repetitivas.

As missões principais do game trazem combates mais elaborados, uma dificuldade maior, embora o jogo não entregue um desafio tão grande. Joguei no modo normal e apesar de algumas derrotas não tive grandes problemas. O game é bem democrático nos casos de derrotas em combate, quando isso acontece, você tem a opção de voltar a guilda para trocar os personagens, comprar itens ou pode apenas reiniciar a luta.

Os personagens são carismáticos, e o jogo lhe permite escolher quem quer usar como protagonista. Isso não muda em nada a narrativa do game, mas é bem legal escolher com quem você quer explorar o mapa.

A importância do trabalho em equipe é a principal mensagem que teremos no final.

Captura de tela

Os combates

O sistema de combate do game é formado por ações em turnos, onde você seleciona seu ataque, item ou magia e aguarda pelo ataque de seu adversário.

A arte por traz dos golpes é bem caprichada, o que traz aquela sensação de prazer ao executar um combo poderoso. Há muitos combos e variações de golpes que podem ser feitos em parceria com os outros membros da equipe, e você pode melhorar essa interação fortalecendo o nível de relacionamento entre eles.

Captura de tela

Dentro dos combates, na hora de selecionar seus golpes ou magias, além da potência, você deve ficar atento a areá de alcance. Alguns golpes além do dano, empurram seus inimigos, isso te obriga a repensar o seu próximo ataque. É possível liberar algumas áreas do mapa usando a potência de seus golpes, possibilitando uma maior exploração. Isso é um tempero amais que o game nos entrega.

 

Captura de tela

Trilha sonora modesta, mas impecável

O game não apresenta uma vasta playlist de temas, mas todos eles são muito bem elaborados. A música enquanto você caminha pelo mapa te traz uma brisa suave e remete a calmaria, já nos combates as coisas mudam um pouquinho – Só de imaginar o tema de combate já me dá vontade de tretar com algum mago por aí.

Vale a pena?

Fairy Tail
Captura de tela

Por mais que você não conheça o anime ou mangá, o título pode te cativar pela essência de um RPG clássico, combates intensos e seus personagens adoráveis. Se por outro lado você conhece e gosta do anime/mangá, eu diria que é um título obrigatório.

Joguei no modo normal, onde no início os combates são bem fáceis, mas com o avançar da história eles vão ficando mais complexos, e vai exigir de você pensar antes de escolher seus golpes ou itens a serem utilizados.

O game apresentou pequenas falhas como: Npc’s ”fantamas”, podemos atravessar seus corpos, e alguns deles são totalmente idênticos. Mas nada disso interfere na sua experiência com o título. Mas a ausência de legendas em português é algo que pode incomodar muitos jogadores.

Eu sou apaixonada por RPG, no entanto, confesso que tinha um certo receio de jogos com combate em turnos, mas Fairy Tail me fez descobrir que esse gênero é rico e pode proporcionar muitos combates cheios de ação. A Rebeca depois de Fairy Tail, é uma pessoa apaixonada por combates em turnos!

Fairy Tail

Fairy Tail foi analisado em um PlayStation 4, com uma cópia gentilmente cedida pelo estúdio Koei Tecmo

O game chega em 31 de julho para: PlayStation 4, Nintento Switch e PC.


Para mais informações sobre games, acompanhe a Manual no Facebook, Twitter, Instagram e através de nosso canal no Youtube.

Publicado em 30 de julho de 2020 às 12:58h.
2020-07-30 12:58:50