Análises Games PlayStation Sony

Análise | Ghost of Tsushima Director’s Cut

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins
Ghost of Tsushima

O que era bom, ficou ainda melhor

Ghost of Tsushima Director’s Cut é o lançamento da Sucker Punch e da Sony no mês de agosto, trazendo de volta o game lançado em 2020 com melhorias e conteúdos que vão chamar a atenção dos jogadores (principalmente para quem não jogou ainda). A nova versão veio para aprimorar um game já quase perfeito deixando o game ainda mais atrativo para os fãs. Vamos aprofundar nas novidades da nova versão.

Uma ilha pronta para ser explorada

A DLC Ilha Iki é a nova aventura de Jin Sakai e só pode ser habilitada após fechar o primeiro ato do game principal. O jogador, ao se dirigir para a região de Toyotama, irá receber um aviso de que a opção “Jornada ao Passado” pode ser selecionada. Após selecionar, basta seguir o Vento-guia rumo à aventura. A DLC é enorme e muitas das atividades normais do jogo base existem na ilha como desafios do bambu, haikus e outras atividades inéditas. O conteúdo da DLC tem quase o tamanho do 1 Ato, ou seja, quase 15 horas de jogo.Ghost of Tsushima

Não fuja dos fantasmas do passado

Jin morou com sua família na Ilha Iki antes da morte do seu pai. Agora ela está sendo ameaçada por uma tribo misteriosa, liderada por uma mulher conhecida como Águia, que sequestram os moradores e os dopam com drogas alucinógenas, levando os moradores a entrarem para seu exército de “zumbis” que está próximo de invadir Tsushima, então Jin precisa cortar o mal pela raiz.

A aventura da DLC explora um pouco mais a origem do personagem e a sua relação com o seu pai.

 Os extras da versão do diretor

Ghost of Tsushima Director’s Cut é o primeiro game da Sony que está chegando como a versão do Diretor, que consiste em trazer o máximo de melhorias e novidades na versão definitiva do jogo. Mas será que o game cumpre o que foi prometido?

A nova versão renova o jogo da Sucker Punch trazendo melhorias principalmente para a nova geração. O game já era bonito no PS4, agora ficou ainda mais bonito no PS5 e a nova versão roda a 60FPS, deixando o jogo mais suave e dinâmico no combate. A Sucker Punch resolveu o problema que os fãs pediam, que era a sincronização labial dos personagens com idioma japonês.

Ghost of Tsushima

Curiosamente, Jin não ganhou uma nova habilidade na nova versão, mas seu cavalo sim. É possível dar uma investida contra múltiplos inimigos, o que é ótimo ao vagar pelo mapa, porque não precisa mais ter que parar toda vez que se deparar com um grupo inimigo.

Quanto ao conteúdo do jogo principal, ‘Ghost of Tsushima’ agora adiciona a capacidade de repetir duelos e missões anteriores. Você pode repetir quantas vezes quiser e pode melhorar a forma como terminar a missão mais rápido, duelo de espadas novamente, ou apenas enfrentar aquele chefe que você gostou de enfrentar.

A versão do PS5 contém extras bem atrativos

A versão do Ghost of Tsushima Director’s Cut contém extras bem legais graças à tecnologia do console e do controle.

Além da melhoria gráfica, o game usa bem a tecnologia do som 3D, deixando o jogador mais imersivo no game. É possível escutar cada detalhe dos cenários, como os inimigos conversando, o vento e demais sons da natureza.

Outro ponto impressionante é o carregamento da versão do PS5. Ao selecionar viagem rápida no PS4, o game levava um tempo de 10 a 15 segundos para abrir o mapa, na versão do PS5 é praticamente instantâneo graças ao uso do SSD.

E para concluir, o uso do Dualsense no jogo funciona muito bem, com a força feedback dos gatilhos e a sensibilidade que o controle passa em cada arma. É possível sentir o arco aumentando a pressão para disparar a flecha e a espada perfurando em cada tipo de armadura dos inimigos. De fato foi um trabalho que eleva a qualidade do jogo.

Ghost of Tsushima Director’s Cut Vale a pena?

Ghost of Tsushima Director’s Cut é a versão definitiva de uma obra de arte. O jogo contém grandes melhorias e novos recursos da nova geração, além de vários conteúdos extras, easter eggs e uma nova aventura para quem estava sentido saudades do Jin. A versão definitiva é muito atrativa, principalmente para quem não jogou a aventura. É mais que recomendado!

A Manual dos Games também fez a análise da primeira versão e você pode conferir aqui.

Esta Análise foi feito com uma cópia cedida pela Sony Playstation Brasil


Para mais informações sobre games, acompanhe a Manual no Facebook, Twitter, Instagram e através de nosso canal no Youtube.

Publicado em 30 de agosto de 2021 às 08:41h.
2021-08-30 08:41:04