Análises

Análise | It Takes Two

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

Divertido e pra lá de criativo! It Takes Two reinventa o coop

It Takes Two é a nova aposta de Josef Fares, o diretor de A Way Out– mas esqueça as armas e o enredo policial do game lançado em 2018, It Takes Two tem uma história mais leve e divertida pra contar.

Um gameplay que coleciona sorrisos

Usar divertido para descrever o gameplay de It Takes Two, talvez seja pouco – E você vai precisar de poucos minutos de jogo para concordar comigo! No game, assumimos o papel de Cody e May, um casal que, estando prestes a se separar, precisam mais do que nunca se unirem para voltarem aos seus corpos – É isso mesmo! Um feitiço inusitado criado pelas lágrimas de Rose, filha única do casal, os transformam em simpáticos bonequinhos de pano, que foram feitos com muito esmero por Rose. No maior estilo Toy Story, os dois vivem situações hilárias, como, por exemplo, encarrar a irá do aspirador de pó velho, que foi esquecido em algum canto da garagem, após a compra de um novo aparelho.

It Takes Two surpreende pela sua diversidade de mecânicas e cenários

Existe uma sintonia perfeita entre a fase do jogo, os elementos presentes na mesma e a forma como Cody e May vão progredir: Enquanto May carrega a cabeça de um martelo, Cody leva os pregos que serão usados para ajudar a locomoção de May, e também abrir caminho pelo cenário. O game deixa claro que o objetivo principal é a cooperação, sem uma boa comunicação e trabalho em equipe, It Takes Two não funciona!

Por falar em trabalho em equipe, se você faz a linha lobo solitário, vai precisar ceder ao cooperativo para desfrutar o jogo. It Takes Two te obriga a jogar o game com um amigo, seja no coop local ou online. Quando eu digo amigo é amigo mesmo! É preciso que o Player 2 esteja na sua lista de amigos, não é possível buscar por uma companhia aleatória. A boa notícia é que apenas um dos jogadores precisa ter comprado o jogo, dá pra convidar um amigo para jogar na faixa – super rola fazer aquela vaquinha marota e se divertir muito! #FicaADica!

It takes two

Dentro do jogo, você encontrará diversos mini-games, que tornam It Takes Two uma experiência competitiva leve e divertida, colocando Cody e May frente a frente! Esses pequenos embates, podem ser acessados direto menu inicial do jogo, onde também é mostrado os placares das disputas. Isso é um tempero a mais para um jogo extremamente dinâmico, inovador e que exclui do dicionário a palavra monótono.

It Takes Two está longe de ser uma experiência desafiadora, no entanto, o game vai colocar à prova a sintonia entre os jogadores. As coisas dão uma leve compricadinhas nas lutas contra os chefões, mas essas batalhas são um dos momentos mais legais do jogo – poderiam ter mais delas! Em It Takes Two, a câmera sempre é dividida ou mostra os dois personagens, a dificuldade maior do jogo é justamente a sintonia entre os players. Outro fator que destaca ainda mais o trabalho em equipe, é o sistema de checkpoint do game: quando um dos jogadores estiver caído, basta o outro se manter vivo para prosseguir! Agora, quando os dois caem de forma simultânea, é preciso reiniciar do checkpoint mais recente.

Visualmente o jogo é lindo e possibilita uma ampla exploração do cenário, apesar da ausência de itens colecionáveis ou moedinhas, essa liberdade torna a experiência do jogador mais libertadora. Quanto a parte sonora, ela é ok, a trilha conversa bem com cada cenário e momento do jogo, mas não merece nenhum destaque.

It takes two

O livro com bigode é muito mala!

Ah, na boa! Esse tal de Dr. Hakin até tenta ser um livro de piadas, mas está mais para uma lista telefônica dos anos 90!

O roteiro de It Takes Two é fantasioso, porém discreto. A história serve mais como um plano de fundo mesmo, um motivo para controlarmos dois bonecos de pano. Apesar da narrativa simples, o jogo ainda consegue emocionar e passar uma mensagem bacana. O tal livro do bigode até me arrancou um sorriso aqui outro ali, mas eu continuo odiando ele.

Falando em livro, pode aposentar aquele dicionário de inglês, o game conta com legendas e menus em português do Brasil!

It Takes Two

It Takes Two vale MUITO a pena!

Se o ano acabasse hoje, It Takes Two levaria fácil o prêmio de jogo do ano! Um gameplay que mistura diversos estilos, faz referência a muitos clássicos e apresenta mecânicas e possibilidades únicas a cada novo cenário – É como jogar um jogo novo a cada fase! Tudo isso coloca o nome de It Takes Two na calçada da fama dos jogos eletrônicos.

15 horas de campanha ainda vão te deixar com gosto de quero mais, e certamente valerá convidar um outro amigo para curtir essa experiência outra vez – É igual aquele filme ou anime que você assisti várias vezes, até decorar a abertura de trás pra frente.

Apesar de ser um estúdio tecnicamente pequeno, a Hazelight trouxe um gigante para o mundo dos games.

It Takes Two

It Takes Two foi analisado em um PS5 através de uma cópia gentilmente cedida pela EA. 


Para mais informações sobre games, acompanhe a Manual no Facebook, Twitter, Instagram e através de nosso canal no Youtube.

Publicado em 2 de abril de 2021 às 08:16h.
2021-04-02 08:16:26