Análises Jogos

Análise | LEGO DC Super Villains

A Warner Bros Games em parceria com a TT Games e também com a Lego Group disponibilizaram o novo lançamento da franquia de jogos LEGO. LEGO DC Super Villains chegou com uma proposta diferentona e super divertida. Vamos conferir?

Campanha

A LEGO sempre caprichou no desenvolvimento de seus jogos, desde os diversos games conhecidos da franquia Marvel e DC, e o também recente excelente LEGO Incríveis, logo com o LEGO DC Super Villains não seria diferente. O game apresenta uma mistura dos vilões mais famosos dos quadrinhos da DC Comics em uma história nova, muito bem elaborada, de forma bem cômica e divertida, onde os heróis da Liga da Justiça desaparecem – sem spoilers do porquê –  e cabe aos vilões se unirem para tentarem recuperar as suas vidas de vilania, obrigando-os a trabalharem juntos para salvar dominar o mundo novamente, se aturando ou não.

Além disso o jogo tem um foco especial na Arlequina. Ela funciona mais ou menos como um personagem “principal” na campanha, sendo ela a única que pode trazer a verdade ao mundo e desmascarar essa nova “Liga da Justiça” que veio de outra terra para um trabalho misterioso.

A grande novidade no LEGO DC Super Villains é a possibilidade de criar um personagem totalmente seu. Usando a criatividade e os diversos cosméticos disponíveis logo no início do game como chapéus, roupas, capas e poderes, você tem a oportunidade de criar um super vilão, digamos não tão grande assim, conhecido na história inteira como “recruta”, que será de grande importância na resolução de puzzles durante as fases do game. Nos outros jogos da franquia não tínhamos a possibilidade de criar um personagem, então esse seria um diferencial do jogo. Ponto positivo!

Personagens

Como todo jogo da LEGO, o game tem uma grande variedade de personagens disponíveis para usarmos enquanto avançamos no progresso do game: nada mais nada menos do que 196 personagens! Grandes vilões memoráveis da DC Comics como Adão Negro, Pistoleiro, Darkseid, Mulher-Gato, Capitão Bumerangue, Grodd, Lex Luthor, Pinguim, Charada, Flash-Reverso, Coringa, Arlequina entre tantos outros vilões consagrados, além, claro, dos heróis da Liga da Justiça.

Jogabilidade

Se você já é jogador dos games da franquia LEGO e acha que nesse novo game tem alguma novidade na jogabilidade pode ir tirando o cavalinho da chuva. O game não têm novidades relevantes em relação a isso. Continua sempre a mesma coisa dos outros LEGOs: completar campanha, refazer as fases para completar todos os minikits e colecionáveis, ir para o mundo aberto, completar puzzles, coletar peças douradas, completar corridas e por fim finalmente chegar aos cem por cento. Nada de novo sob o sol quadrado.

Para não dizer que não há nenhuma novidade, o game apresenta um sistema de “capangas” que muitas das vezes são necessários para concluir determinados pontos da fase. E é só isso mesmo.

Conclusão

LEGO DC Super Villains é um game divertido e para a família. Sempre com gracinhas e risadas garantidas para crianças e adultos. Algumas partes podem parecer repetitivas e um pouco irritantes, porém qual jogo não é assim?

O relacionamento entre personagens é divertido. Os vilões agem cada um por si, sempre tentando obter vantagem. É satisfatório jogar com personagens como Flash Reverso e sair correndo em alta velocidade, escolher o Coringa e usar o gás do riso e sem falar na telecinese e controle de mentes do Gorila Grodd. O jogo nos mostra o outro lado da história, e desse lado temos a certeza de que os heróis irão perder e os vilões finalmente ganhar.

A TT Games e a LEGO Group tentaram inovar fazendo um game de vilões da DC Comics, porém no final acabou sendo mais do mesmo. Se quiser pegar o jogo, espere uma promoção.

LEGO DC Super Villains está disponível para Xbox One, PlayStation 4, Switch e PC.

O game foi gentilmente cedido à Manual dos Games para análise pela Warner Bros Games Brasil.

Publicado em 27 de outubro de 2018 às 12:15h.
2018-10-27 12:15:46

  • Compartilhe: