Pesquisar

Análise | Like a Dragon: Ishin!

Like-a-Dragon-Ishin

Uma viagem ao Japão antigo

A franquia Yakuza tem adquirido uma fã base gigantesca nos últimos anos, e vem se consolidando como uma das franquias asiáticas dos jogos com melhor desempenho no mercado. Então vendo todo o sucesso da franquia a SEGA decidiu fazer um Remake de Like a Dragon: Ishin, que foi lançado originalmente em 2014, somente no Japão. E neste Remake, o jogo será apresentado para o restante do mundo, chegando as mais diversas plataformas disponíveis.

Like a Dragon Ishin 02
Análise | Like a Dragon: Ishin! 9

A Queda dos Samurais e Ronin

Antes de partimos de vez para o enredo do game, um pouco de história para vocês. No Japão, havia uma cultura, na qual colocava os Samurais como “os protetores” das vilas e aldeias, assim como os Ronin, porém em meados do anos 1868, com a implementação das reformas Meiji, e com a retomada do imperador da Japão da época, a classe dos Samurais foi extinguida e deu vez ao exército nacional, devido a evolução que estava acontecendo na época, como por exemplo a invenção da arma de fogo, algo que os samurais embora muito habilidosos não teriam a menor chance de vencer em um combate real.

Tendo isso em mente vamos para Ishin, na história do game, que se passa em 1860, no início de tudo relatado a cima, controlamos Sakamoto Ryoma, um Ronin bastante conhecido da região de Tosa, que é injustamente acusado de assassinar seu pai adotivo.

Like a Dragon Ishin 01
Análise | Like a Dragon: Ishin! 10

Com isso, Sakamoto parte em busca do real assassino de seu pai, se infiltrando no grupo no qual ele faz parte, com o objetivo de encontra-lo e assim vingar a morte de seu pai e ao mesmo tempo provar sua inocência e sua honra Ronin, isso tudo enquanto lida com as articulações políticas da época.

Um aspecto que faz com que o jogo se mostre que realmente faz parte do universo de Yakuza, é a forma na qual a trama se desenrola, nos mesmos moldes da franquia Yakuza, assim como os elementos de sempre haver mistério e suspense no decorrer do game, e também visualmente o game é similar aos outros jogos da franquia, o que automaticamente cria uma ligação com os fãs da franquia, tornando ele parte da franquia, sem ao mesmo começar as referências aos demais jogos, o que diga-se de passagem tem várias.

Portanto, Like a Dragon: Ishin possuí uma excelente história, que faz jus a tudo que já foi visto na franquia, com o plus de se passar em uma época extremamente interessante, o que dá um brilho a mais para o jogo.

Like a Dragon Ishin 09
Análise | Like a Dragon: Ishin! 11

Toda a habilidade de um Ronin em combate

O combate é certamente um dos pontos altos do jogo, já que por ter mecânicas dos Ronin como a Katana, aliados ao mundo moderno como o revolver, isso gera um combate extremamente divertido e viciante, sendo possível adaptar o seu estilo de luta conforme o inimigo, como por exemplo, um inimigo comum é mais viável usar a espada e economizar munição, agora se você está lutando contra um Boss ou vários inimigos, manter distância e atirar com o seu revólver é a melhor opção. E dentro desse quesito ainda, temos o ataque especial, no qual Ryoma utiliza seu revólver e sua Katana ao mesmo tempo para gerar um alto dano ao inimigo.

Na questão de progressão, ela segue um esquema muito simples, funcionando de duas formas, a primeira é subindo de nível, na qual é possível upar seus principais atributos, já a segunda forma se dá pela utilização das armas, sendo que quanto mais ela é usada, mais nível ela ganha. E isso tudo é aliado a novas técnicas que vão sendo aprendidas no decorrer do game.

Like a Dragon Ishin 10
Análise | Like a Dragon: Ishin! 12

O único problema que tem no combate do game é as lutas com os Boss, algo que é possível ver nos demais jogos de Yakuza também, que é os chefes se defenderem a todo momento e causar um dano alto nos ataques básicos, enquanto os seus ataques parecem que não tem efeito nele, e isso acaba dificultando demais a luta contra eles, por um simples elemento do combate contra eles não ser equilibrados.

Like a Dragon Ishin 08
Análise | Like a Dragon: Ishin! 13

Um Japão Belíssimo Like a Dragon: Ishin!

A parte sonora e gráfica do jogo me surpreenderam, já que sabemos que a franquia Yakuza tendo a ir para um lado mais cartoonesco e RPG, não dando muito foco na beleza do ambiente e na sua parte gráfica, o que não é ruim e funciona dentro do objetivo do jogo, porém, aqui em Ishin parece que a SEGA teve um cuidado maior com isso, já que as paisagens do jogo estão realmente muito boas.

E isso vai também para a parte sonora, que em momentos de luta são agitadas e altas, e em momentos de exploração são calmas e serenas, o que além de mostrar o contexto histórico também causa imersão ao jogador.

Like a Dragon Ishin 03
Análise | Like a Dragon: Ishin! 14

Um ponto a se mencionar aqui falando de gráficos e a parte sonora, é que o jogo não tem nenhum tipo de localização para o Brasil, seja na parte das legendas ou na dublagem, o jogo não tem nenhuma opção em português, o que dificulta aos jogadores que não dominam o inglês.

Vale a pena jogar Like a Dragon: Ishin!?

Like a Dragon: Ishin! é um título que se destaca dentro da aclamada franquia Yakuza/Like a Dragon. Os fãs da franquia vão adorar o jogo, que conta com muitas referências e elementos familiares presentes no jogo, mas Ishin! também consegue ser atraente para aqueles que nunca jogaram um jogo da série.

Com uma história empolgante e surpreendente, o jogo apresenta um enredo bem construído que é capaz de prender a atenção do jogador do início ao fim. Apesar de seguir o template estabelecido pela franquia, Ishin! ainda consegue trazer novidades interessantes que o diferenciam dos outros jogos da série.

Like-a-Dragon-Ishin
Análise | Like a Dragon: Ishin! 15

A jogabilidade é suave e intuitiva, oferecendo aos jogadores uma grande variedade de opções de combate e atividades secundárias para explorar. O sistema de batalha é bastante divertido e traz elementos de RPG que permitem que os jogadores personalizem seus personagens de acordo com suas preferências.

Além disso, a ambientação e a trilha sonora de Ishin! são excepcionais, proporcionando uma imersão completa no Japão feudal. Os gráficos também são impressionantes, com cenários e personagens bem detalhados que ajudam a dar vida ao mundo do jogo.

Em resumo, Like a Dragon: Ishin! é um excelente jogo tanto para os fãs da franquia quanto para aqueles que estão procurando uma nova experiência de jogo. Com uma história divertida e emocionante, jogabilidade envolvente e uma ambientação incrível, é fácil ver por que Ishin! é um título que merece a atenção de qualquer jogador que busca uma boa aventura.

Yakuza like
Esta Análise foi feita com uma cópia cedida gentilmente pela SEGA

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.​

VEJA TAMBÉM

Comentários: