Análises Games

Análise | Little Nightmares II

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins
Lindo, perturbador e sombrio! Little Nightmares II vai brincar com a sua sanidade

Little Nightmares, em tradução literal para o português Pequenos Pesadelos. Pesadelo: um sonho perturbador associado com sentimentos ruins. Bom, sentimentos ruins é o mínimo para expressar corpos, ou restos deles espalhados por uma cidade gótica repleta de criaturas perturbadoras.

Para os que tiveram o prazer de jogar o primeiro jogo da franquia, a sequência pode ser considerado um prato mais quentinho e caprichado. Já aos que estão por fora desse universo sombrio, que flerta com a leveza o tempo todo, Little Nightmares II pode ser um convite para um .. sonho perturbador associado com sentimentos ruins.

O enredo conta com a perspectiva de Mono, um garoto tímido que usa chapéus para cobrir o próprio rosto. Apesar de estar em mundo frio e caótico, Mono não está sozinho, ele conta com a presença de Six, protagonista do primeiro jogo da franquia. Juntos, eles tentam escapar, sobreviver, entender a realidade que os cercam.

O jogo não tem diálogos, o mais próximo disso são os tímidos sons de Mono para chamar Six, ou rugido das criaturas abstratas. Para entender melhor o que se passa, o jogador precisa interpretar tudo e manter sua atenção nas pouquíssimas cutscenes presente no jogo. Ps: falando em interpretar, o final do jogo pode ser decepcionante para muitos.

Cadáveres, infância e sentimentos ruins..

O ponto forte de Little Nightmares II certamente é sua atmosfera, a forma como a trilha sonora encontra o som ambiente, o horror que invade a fantasia de um protagonista ingênuo, em sua jornada por uma realidade mórbida.

Fora isso, Little Nightmares II é um jogo de plataforma simples: podemos pular, segurar, correr e interagir com outro personagem. A dificuldade está presente em poucos momentos, onde devemos escapar de criaturas horripilantes, ou quando nos encontramos presos em algum puzzle mais complicadinho.

Mas esse gameplay feijão com arroz, casado com a rica atmosfera do game é capaz de hipnotizar o jogador. Little Nightmares II é mais que um simples jogo de plataforma! E isso fica evidente já nos primeiros minutos de gameplay. 

Um coop constante com a tensão

Little Nightmares II vai te proporcionar momentos de tensão, onde os sustos se farão natural. As criaturas apesar de assustadoras, fizeram meus olhos brilharem, é uma obra de arte! Cada detalhe, cada movimento.. jogar Little Nightmares II é uma experiência rica, e quem sabe inesquecível.

Little Nightmares II vai te proporcionar diversos sentimentos, do medo ao sorriso satisfatório – em um determinado momento do jogo, descobri que teria que usar a cabeça de um inimigo como disfarce para me misturar aos outros, demorei/morri um porquinho antes de entender isso, mas quando saquei a parada, eu sorri e pensei comigo mesma: Cara, que criativo! E esse sentimento de jogar algo feito com esmero, algo extremamente bem pensado, me acompanhou por toda jornada!

E aí, vale a pena?

Little Nightmares II apresenta mecânicas simples que funcionam bem, um enredo extremamente confuso e interpretativo, em um universo único. Você vai desligar o seu PC ou console e o jogo ainda estará lá, na sua cabeça. Um final um pouco frustrante (na opinião da Rebeca) pode te deixar com um sorriso meio amarelado, como o capuz de Six, mas isso está longe de tornar o jogo ruim.

Por fim, Little Nightmares II foi produzido pela Tarsier Studios e publicado pela Bandai Namco, que gentilmente nos enviou uma chave de PS4 para essa análise.


Para mais informações sobre games, acompanhe a Manual no Facebook, Twitter, Instagram e através de nosso canal no Youtube.

Publicado em 12 de fevereiro de 2021 às 21:27h.
2021-02-12 21:27:20