Análises Jogos PC Playstation Xbox One

Análise | Mutant Year Zero: Road to Eden

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

Jogos táticos, com sistemas de combate baseados em turnos ganharam popularidade com a excelente franquia XCOM, que se utilizou de um sistema comumente adotado por RPGs e jogos de estratégia. XCOM traz como características principais elevada dificuldade, aliada a um sistema de progressão de personagens, armas e armaduras acompanhados por um enredo simples que serve como plano de fundo para o desenvolvimento do jogo.

Desenvolvido pela The Bearded Ladies Consulting, Mutant Year Zero: Road to Eden foi lançado no último dia 04 de dezembro para Playstation 4, Xbox One e PC, tem uma proposta essencialmente similar a de XCOM, porém com enfoque maior na história, além de pequenas e acertadas modificações na fórmula clássica.

Em Mutant Year Zero: Road to Eden vamos tomar controle de um grupo de mutantes que, a duras penas, sobrevivem em uma terra pós apocalíptica. A aventura proposta pela The Bearded Ladies Consulting promete nos entregar altas doses de exploração, stealth e estratégia. Serão essas adições a uma fórmula de sucesso a muito estabelecida bem-vindas? é o que vamos descobrir agora!

ROAD TO EDEN

Ah!!! Mundos pós apocalípticos!!! Como não ama-los?

Pois então, o mundo como conhecemos não existe mais! Após guerras e catástrofes nucleares, mudanças climáticas extremas e crises econômicas mundiais levaram a ocorrência de uma pandemia global que dizimou quase completamente toda a humanidade, e causou mutações nos seres vivos (animais e humanos).

Em Mutant Year Zero: Road to Eden, o que restou da vida inteligente na Terra vive isolada na Arca, uma cidade que sobrevive a duras penas. Grupos de exploradores são enviados diariamente para as ruinas da antiga civilização, a Zona, em busca dos recursos que manterão a cidade viva. Em uma dessas expedições, um grupo de exploradores sofre um acidente desconhecido. Dex e Borgin serão os responsáveis pela busca desse grupo, ao longo dessa perigosa expedição vão ouvir novos boatos do lendário Eden, um refúgio dos anciões bem no meio do inferno nuclear.

Ao longo dessa jornada, Dex e Borgin encontrarão novos companheiros de aventura que, e em busca dos companheiros perdidos, encontrarão pistas e sinais que manterão a esperança de encontrar o Eden viva.

A ZONA

Inicialmente controlaremos dois mutantes, Dex e Borgin, que iniciam a campanha explorando uma região da zona próximo a Arca, que funciona como um HUB central onde poderemos fazer upgrades nas armas e equipamentos, além de comprar itens indispensáveis para a exploração na Zona. Ao longo do game play encontraremos novos companheiros de jornada, cada um deles vai possuir algumas habilidades únicas de combate, distribuídas em uma árvore de skills que podem ser aprimoradas conforme ganham nível.

Teremos acesso a um arsenal limitado de armas, que podem ser aprimoradas na Arca, e possuem características diferentes, são essencialmente de quatro tipos: escopetas, metralhadoras, rifles e pistolas. Os fatores mais relevantes, e que demandam alguma atenção do jogador estão relacionados ao alcance das armas e o ruído causado pelas mesmas. Poderemos equipar nossos personagens com um capacete e uma armadura, que nos beneficiaram com bônus de defesa e outras vantagens, elas, assim como as armas, podem ser compradas na Arca ou encontradas em baús espalhados nas fases.

Todo o game play de Mutant Year Zero: Road to Eden está embasado na exploração das fases, conhecer todo o cenário e a posição dos inimigos é fundamental, tanto para coletar o material que será utilizado para upar suas armas na Arca, quanto para iniciar o combate da melhor maneira possível. A exploração apresenta algumas limitações, apesar de os cenários não serem especialmente grandes, a falta de uma mapinha na lateral da tela vai causar alguma confusão.

E no que diz respeito ao combate, os elementos de stealth e exploração adicionam uma infinidade de abordagens possíveis. Quando em modo stealth, os personagens andam agachados e se tornam menos visíveis para os inimigos, possibilitando um melhor posicionamento antes de iniciar a batalha. Você poderá ainda movimentar seus mutantes individualmente no mapa, posicionando-os em locais estratégicos e eles podem permanecer invisíveis e só entrar em combate quando julgar necessário.

O nível de dificuldade é excelente, e mesmo que você seja um veterano da franquia XCOM, vai encontrar aqui situações extremamente desafiadoras que exigirão uma boa dose de paciência. Toda a jogabilidade funciona bem, apesar da complexidade do jogo os controles são simples e intuitivos. Durante o game play (Playstation 4) você vai se deparar com alguns travamentos e quedas de frame rate, e não raro algumas porções do cenário vão levar bons segundos para renderizar, nada que atrapalhe seu avanço no jogo.

GRÁFICOS E TRILHA SONORA

Os gráficos são bons, nada que salte aos olhos quando comparado a títulos recentes. Porém o arte design se sobressai, principalmente na caracterização dos personagens principais e dos inimigos, além de cenários complexos, com um level design interessante, que nos remetem a uma catástrofe recente. A trilha sonora, de maneira geral é boa, porem ausente, e em alguns momentos de exploração o silêncio pode te obrigar a ligar o spotfy para dar um animo extra a jogatina.

CONCLUSÕES

Encaixar Mutant Year Zero: Road to Eden em um gênero específico não é uma tarefa fácil, o jogo traz uma bela mistura de elementos clássicos, talvez a comparação que chegue mais próximo seja o sistema de combate tático e progressão de personagens de XCOM. Aliadas a essas características são adicionadas altas doses de exploração, stealth e elementos de RPG que podem remeter alguns jogadores a títulos como Baldur’s Gate e Dragon Age Inquisition. Mas no frigir dos ovos, o que importa para nós é que essa fórmula funciona muito bem, e o novo título da The Bearded Ladies Consulting consegue ser original e capaz de agradar tanto aos apaixonados por jogos táticos na linha de XCOM, quanto aos jogadores de RPG mais similares a Baldur’s Gate e Dragon Age.

A pesar de recém lançado, os valores na PSN (R$ 107,5), Xbox One (R$ 87,45) e na Steam (R$ 55,00) estão excepcionais. Se você é fã de jogos de estratégia, esse é um título obrigatório para a sua coleção!

“Mutant Year Zero: Road to Eden foi gentilmente cedido à Manual dos Games para análise pela Funcom

Publicado em 12 de dezembro de 2018 às 01:33h.
2018-12-12 01:33:32