Análise Análises Destaque Jogos Lançamentos Microsoft PC Playstation Sony

Análise | Observation

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

Observation é um dos jogos mais impactantes lançados em 2019, se você é um fã de ficção científica ou até mesmo tem algum interesse pelo gênero, a Devolver Digital acabou de te dar mais uma obra de arte em forma de videogame.  Desenvolvido pelo estúdio escocês NoCode, e lançado para Playstation 4 e PC no último dia 21 de maio, trata-se de um verdadeiro triller de aventura, com uma ambientação genial, além de uma proposta de jogo que subverte todo o senso comum.

Profundamente inspirado em 2001 – Uma Odisseia no Espaço, livro escrito pelo cientista britânico Arthur C. Clarck, com diversos elementos do filme (de mesmo nome) criado por Stanley Kubrick, Observation vai nos colocar na “pele” de uma inteligência artificial, o Sistema de Administração e Manutenção – SAM, responsável pelo gerenciamento de uma estação espacial.

Vistam seus trajes espaciais e venham comigo!

BRING HER!

A história do jogo é ambientada em um futuro próximo, no ano de 2026. Aqui, a estação espacial, Observation está orbitando a Terra, onde uma tripulação multinacional segue suas rotinas de trabalho normalmente, até que um misterioso desastre acontece, causando dentre outras consequências, uma queda de energia na estação que trará consequências nefastas.

O único membro da tripulação que parece ter sobrevivido ao acidente é a Dra. Emma Fisher, que em um esforço para diagnosticar os danos sofridos pela estação, além de recuperar a missão e encontrar o resto da tripulação, reinicia o SAM. Porém a memória de SAM (IA da Estação) está parcialmente danificada.

Ao passo que SAM segue tentando se reconectar com o restante da estação espacial, reativando seus próprios componentes, percebe que está sendo influenciado por uma “entidade desconhecida” que o induz a trair a doutora, ao invés de auxiliá-la. É quando outro evento acontece e a estação espacial é abruptamente realocada de orbita, aparecendo nas proximidades de Saturno.

Caberá a você recuperar o controle da estação espacial, e ajudar (ou não) a Dra. Emma e outros possíveis sobreviventes da estação, além de lidar com os conflitos causados pela “entidade desconhecida”.

UMA ODISSEIA NO ESPAÇO

Logo nos momentos inicias do jogo temos uma das cenas mais icônicas, quando a Dra. Fisher aparece na tela e reinicia o SAM. A associação imediata feita na nossa mente é de vamos assumir o papel dela ao longo de toda a jornada, porém logo percebemos que o protagonista do jogo é a IA da nave!

O sistema de jogo em Observation é de longe um dos mais criativos e subversivos que já tive a oportunidade de jogar em toda a minha vida. Como SAM, caberá a você recuperar gradualmente o controle da estação espacial, auxiliar a Dr. Emma e outros possíveis membros da tripulação, além de seguir resolvendo uma série de outros problemas espalhados pela Estação, lidando inclusive com a “entidade desconhecida” que parece ter alguma influência no acidente.

Gradualmente, você terá olhos em todos os cantos da Estação (literalmente), podendo alterar sua visão entre as diversas câmeras espalhados ao longo de todos eles. Conforme avança no gameplay, terá acesso ao controle a drones que te permitirão realizar reparos mais diretos tanto na parte interna da estação espacial, quanto na parte externa.

Aqui você vai realizar diagnósticos de componentes defeituosos e consertar a maioria deles por intermédio de puzzles super criativos e desafiadores. Os puzzles são parte central do jogo, inicialmente você vai seguir respondendo aos comandos da tripulante, conforme as prioridades estabelecidas por ela.

Quando ela te pedir para abrir uma comporta ou realizar um reparo qualquer, como atualizar o firmware do drone para que ele possa realizar missões externas, desencadeará uma série de comandos, e o que para nós pode levar alguns (ou vários) minutos para solucionar o puzzle, para a doutora vai levar poucos segundos.

Conforme você avança no gameplay a trama vai se desenvolvendo de maneira frenética, e a história vai ter um desfecho impressionante. Todos os elementos de gameplay funcionam bem, e os comandos são simples e intuitivos.

O que pode ser cansativo para alguns é a baixa velocidade de movimentação das câmeras que utilizamos para diagnosticar os componentes da Estação, isso porque para a solução de boa parte dos puzzles, você terá que esquadrinhar cada canto do compartimento até conseguir encontrar todos os elementos necessários para a solução dos mesmo (notas, senhas de computador, diagramas, arquivos de texto etc), e acredite quando eu digo que nada vai ser te entregue com muita facilidade.

ESTAÇÃO ESPACIAL INTERNACIONAL

A ambientação de Observation é um dos pontos fundamentais do jogo, a maior parte do gameplay ocorrerá na parte interna da Estação, composta por corredores apertados, ricos em detalhes, é como se você estivesse assistindo a uma das transmissões da NASA. Porém os momentos mais visualmente deslumbrantes são na parte externa, onde aquele gigante amontoado de Aço parece só um pontinho insignificante girando ao redor da imponente órbita de Saturno.

VALE A PENA JOGAR?

Observation combina com precisão um design de arte realista a uma trilha sonora precisa, que dita o ritmo do jogo com precisão nos proporcionando momentos e situações inesquecivelmente imersivos. Além disso, ao longo de aproximadamente 6h de jogo, com uma gameplay única, repleta de puzzles desafiadores e divertidos, você vai ser completamente envolvido por uma intrigante história de ficção científica.

“Uma copia de Observation foi gentilmente cedida pela Devolver Digital”

Publicado em 25 de maio de 2019 às 16:11h.
2019-05-25 16:11:02