Análise Análises Destaque Jogos Lançamentos Microsoft Nintendo PC Playstation ps4 Xbox One xone

Análise | ToeJam & Earl: Back in the Groove

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

Um dos primeiros rogue-lites desenvolvidos no mundo dos games, ToeJam & Earl: Back in the Groove retorna quase 30 anos após seu primeiro lançamento no saudosíssimo Mega Drive, em uma nova versão para Nintendo Switch, PC, Playstation 4 e Xbox One. Trata-se de um jogo de aventura e exploração desenvolvido pela HumaNature Studios, e em sua nova versão, além de melhorias gráficas, muito pouco foi mudado em relação ao primeiro jogo da série.

ToeJam & Earl marcaram época nos anos de 1990, e se você tinha um Mega Drive, muito possivelmente passou horas se aventurando com esses malandrões super descolados (para os padrões dos anos 1990, é claro) em um planeta Terra literalmente aos pedaços, quando o Hip-Hop era uma sensação verdadeira sensação nos EUA.

Pois então venham comigo, vamos receber mais uma overdose de nostalgia gamer com o retorno desse clássico que mais parece uma versão cartonizada de Um Maluco no Pedaço!

YOU GOT TO BE COOL, BABY!

ToeJam & Earl: Back in the Groove começa com uma divertida animação com um estilo visual inconfundível para os tiozinhos nerds, que como eu, cresceram nos anos 90. Enquanto viajavam com duas “gatinhas” em direção ao planeta Terra, Earl assumiu o comando da nave por alguns minutos, que foram mais do que o suficiente para fazer as coisas irem pelos ares, quando acionou um botão gerando um buraco negro que destruiu a Terra (não precisa fazer sentido), a nave e tudo mais.

Após essa introdução você vai ser direcionado ao menu inicial, onde vai poder iniciar seu jogo de fato. Lá você terá as opções de jogar em seu próprio mundo, offline ou em co-op local, ou criar um mundo compartilhado e jogar com seus amigos online. O gameplay de ToeJam & Earl: Back in the Groove é muito simples, você poderá escolher até seis personagens diferentes, sendo que 4 deles são variações de ToeJam e Earl, e ao longo do gameplay desbloquear mais três. Cada um dos personagens possui características específicas: velocidade, tamanho da barra de vida, habilidade de presente, habilidade de busca, tamanho do inventário e sorte, que vão influenciar diretamente no seu gameplay.

Com a fragmentação da terra em ilhas espalhadas aleatoriamente no espaço, você precisará explorar todas elas em buscas dos fragmentos da sua nave para continuar sua viagem sabe-se lá para onde. Com o personagem escolhido poderá andar, coletar ou comprar presentes distribuídos nos cenários, além de interagir com diversos personagens que povoam essa Terra fragmentada em ilhas. Em cada um dos fragmentos explorados você poderá encontrar no máximo um fragmento da sua nave, mas essa não vai ser uma tarefa fácil, uma série de “terráqueos” estarão espalhados nessas ilhas, e o único objetivo deles é de jogar para os níveis inferiores te obrigando a percorrer todo o caminho novamente, além de te causarem dano de vida, que pode ser recuperado usando presentes, comendo guloseimas ou até mesmo pagando a algum NPC.

Além dos Terráqueos que querem sua cabeça, diversos outros estarão lá para facilitar seu avanço, possibilitando desde a identificação de presentes desconhecidos, até o concerto e a compra dos mesmos. Uma versão descolada de Gandhi vai te envolver em uma zona onde você não poderá receber dano, outro personagem que mais parece o Jazz, de Um Maluco no Pedaço, vai te desafiar em competições de dança onde você terá que mostrar todo o seu gingado, ou não. Em portas intergalácticas que podem surgir aleatoriamente ou em decorrência de algum evento do jogo, você será transportado para uma fase “especial” e um running and jump onde poderá coletar diversos presentes e evitar obstáculos.

Jogar ToeJam & Earl: Back in the Groove mantém a essência de seu gameplay original, nos tempos do Mega Drive, o que pode ser um fator de nostalgia para os que viveram essa aqueles anos incríveis, da mesma maneira que pode ser um elemento limitante para atrair novos jogadores, que muito possivelmente acharam a jogabilidade datada e até certo ponto, monótona.

VALE A PENA JOGAR?

Se você, assim viveu sua infância nos anos de 1990, mesmo que não tenha jogado ToeJam & Earl: Back in the Groove na época, a nostalgia causada pela trilha sonora e o art design do jogo vai bater com força, e seguramente você vai ter boas horas de diversão aqui. Se você não viveu a melhor década de todos os tempos, e gostou do que leu ou viu a respeito do jogo por aí, definitivamente vale a chance.

Apesar de já sofrer com um sistema de jogo já datado, ToeJam & Earl: Back in the Groove ainda consegue entregar uma trilha sonora incrível e um gameplay cheio de nostalgia que pode te proporcionar boas horas de diversão.

“Uma copia de ToeJam & Earl: Back in the Groove foi gentilmente cedida à Manual dos Games pela Tehogames”

Publicado em 12 de março de 2019 às 10:51h.
2019-03-12 10:51:39