Preview: Vengeful Guardian: Moonrider

Vengeful Guardian: Moonrider capa

De volta à 1990

Opaaa! Olha só quem está de volta pra trazer mais uma super análise de um jogo indie sensacional que sem dúvidas vai trazer muita nostalgia, hoje vamos falar de Vengeful Guardian: Moonrider.

Moonrider é um hack and slash retrô de plataforma estilo metroidvania, tudo combinado em um jogo só, com uma pixel art maravilhosa, o famoso 16 bits, nele controlamos um guerreiro em busca de uma vingança frenética.

É recomendável jogar com controle, e na minha opinião, pelas setas e não analógico, mas também tem opção de jogar pelo teclado, porem vai ser bem mais difícil.

01 1

Desafiador e viciante

Vengeful Guardian: Moonrider é um jogo desenvolvido por um estúdio brasileiro chamado JoyMasher, o estúdio também tem outros jogos nesse estilo mais retrô, que traz a sensação de estar jogando em 1990, tendo inclusive uma opção para simular a TV de tudo nas configurações, trazendo ainda mais essa sensação.

A trama do jogo gira em torno de um mundo futurista, cheio de super soldados e tecnologia que dominam a humanidade, nosso personagem principal entra em conflito com sua programação e busca vingança contra quem o criou.

Muita gente critica bastante jogos indies por não terem muitos recursos em que empresas maiores têm, mas de uns anos pra cá, as empresas indies tem se destacado muito com jogos incríveis e feito uma legião de fãs, assim como Stardew Valley que traz pra gente a sensação do famoso joguinho de fazendo da nintendo, o Haverst Moon.

02

Espera, Moonrider está me lembrando um jogo…

Vengeful Guardian: Moonrider é jogado com a perspectiva lateral e avançando o cenário para frente como os clássico de plataforma, assim que comecei a ter as primeiras impressões do jogo, já me senti familiarizado com a HUD (tela) do jogo, com aquela sensação de que já joguei algo muito semelhante e não demorou muito pra eu me lembrar, Moonrider lembra e muito o grande Mega Man X.

Jogo lateral, 16 bits, futuro, ciborgues, gameplay de plataforma, a saúde em estilo palitos empilhados, pular e bater, atira especial, habilidades que a gente precisa coleta chips para dar um upgrade, é incrível a semelhança, sem dúvidas lembra muito o Mega Man X, e claro temos até direito a chefes gigantes e desafiadores no final de cada fase.

03

Não é para todo mundo

Vengeful Guardian é um jogo desafiador, assim como os jogos dos anos 90 possui números de vida, e se você perder todas, vai precisar começar do início, ao mesmo tempo que quem ama desafio vai adorar, quem não está acostumado, vai sofrer um pouquinho, eu estava muito enferrujado para esse estilo de jogo, mas confesso que após algumas horas eu só queria começar do início de propósito pra tentar ir o mais longe possível sem perder vida.

Conforme você joga, começa a entender como os inimigos agem e os padrões das fases o que facilita caso você morra e precise começar de novo, eu gosto do desafio, mas de fato, se você não gosta pode se frustrar, além dos chefes bem fortes, as fases também são bem desafiadoras.

04

Não é só andar e atirar

Pode parecer monótono andar, bater, pular e se esquivar, mas em Vengeful Guardian: Moonrider existem fases diferentes, onde você tem que andar por cima de naves, saltar em plataformas estrategicamente, usar o mapa ao seu favor, fazer você pensar se o seu pulo vai chegar ou se vai precisar correr e claro que o jogo vai te punir se você errar.

O combate é gostoso, desafiador, rápido, as fases são grandes, os chefes são bons, me senti uma criança jogando, jogos em 16 bits fizeram minha infância, então se você já jogou ou gosta deste estilo de jogo, Moonrider é pra você.

05

Mas e aí, vale a pena jogar?

Em todo conteúdo que joguei Vengeful Guardian: Moonrider tem um potencial muito grande, o jogo será lançado ainda esse ano de 2022 e todos vocês podem jogar a demo durante a Steam Next Fest (dos dias 03 a 10 de outubro) e continuará disponível até o lançamento, nesta demo você vai conseguir sentir a nostalgia e a semelhança a jogos da época dos anos 90 incríveis.

A nota para o jogo em todo conteúdo jogado é 8, mas sem dúvidas vou jogar tudo quando lançar e pelo joguei até aqui, está valendo a pena sem dúvidas, caso tenha achado interessante, você também assim como eu pode colocar na sua lista de desejos da Steam para acompanhar seu lançamento, vale lembrar que o jogo está legendado em português, detalhe importante para os jogos atuais.

00

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.​

VEJA TAMBÉM

Comentários: