CD Projekt RED pode ser processada por mentiras envolvendo Cyberpunk 2077

Cyberpunk 2077 inegavelmente tem sofrido com um dos piores lançamentos de um jogo na história. Recheado de problemas técnicos, que vão desde a quedas bruscas de frames até crashes repentinos, não está sendo fácil progredir no jogo. Certamente a situação atingiu o ponto de ebulição recentemente. Surpreendentemente, a PlayStation decidiu remover o jogo da PS Store, oferecendo reembolso a todos os jogadores.

A atitude sem precedentes deixou todos chocados. Com tantos problemas e percalços, muitos já estão questionando o futuro do jogo. Além de tudo isso, de acordo com a NY Times, a situação pode ficar ainda pior. Segundo o site, alguns investidores e seus advogados já estão estudando o caso para tomar uma medida judicial contra a empresa polonesa.

O argumento? Os executivos que ocupam cargos altos na companhia mentiram deliberadamente sobre o estado do jogo no lançamento. Certamente a prova apoia a alegação, visto que a companhia só liberou análises de PC de maneira antecipada. Ações como essa, quando feitas em conjunto, costumam ser devastadoras e são evitadas a todo custo.

O futuro de Cyberpunk 2077

Em primeiro lugar, a CD já liberou alguns patches e garantiu que está trabalhando em mais atualizações. Desenvolvidos com a finalidade de melhorar a qualidade do jogo, estes updates serão liberados em Janeiro e Fevereiro. Contudo, a situação é um pouco preocupante visto que as menções por expansões cessaram. Agora nos resta aguardar e torcer para que “tudo fique bem” novamente. Os jogadores que adquiriram a versão digital do game podem solicitar por um reembolso nas respectivas lojas digitais.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.​

VEJA TAMBÉM

Comentários: