Criador de Mafalda, morre aos 88 anos

Quadrinista de Mafalda morre nesta última quarta-feira (30)

Joaquín Salvador Lavado Tejón argentino cartunista responsável por idealizar a Mafalda, uma das personagens mais icônicas das histórias em quadrinhos, que acabou falecendo nesta última quarta-feira (30). O artista era conhecido popularmente como “Quino”, que era um pseudônimo utilizado por Joaquín.

A morte foi confirmada por seu editor, chamado Daniel Divinsky, que através do seu Twitter publicou a morte de um dos maiores nomes dos quadrinhos mundiais. O editor deixou uma frase de despedida ao seu amigo:

Morreu Quino. Todas as pessoas boas no país e no mundo chorarão [pela perda].

Mauricio de Sousa, cartunista e escritor brasileiro, também manifestou seus sentimentos no twitter:

Nascido em 1932 na cidade de Mendoza, Quino foi filho de imigrantes espanhóis e graças a seu tio ele descobriu seu talento pelas artes, e aos 13 anos iniciou seus estudos na arte. Apenas em 1949 que começou a trabalhar com as histórias em quadrinhos, chamado de “historietas” na Argentina, principalmente quando era voltadas para o lado humorístico.

Em 1962 criou sua personagem de maior sucesso, que representava a publicidade de peças eletrodomésticos Mansfield, entretanto não teve bons resultados, mas originou o nome da personagem, que ganhou destaque em 29 de Setembro de 1964 na revista “Primera Plana”. Portanto conseguiu se tornar popular na Argentina e chegou em diversos 30 países pelo mundo.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.​

VEJA TAMBÉM

Comentários: