Críticas Filmes

Crítica | Bad Boys para Sempre

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins
Bad Boys para Sempre

Martin Lawrence e Will Smith retomam a parceria após 17 anos do último filme, Bad Boys 2, lançado em 2003. A dupla de policiais, Mike (Will) e Marcus (Martin), está mais velha e cansada e terá que enfrentar o maior desafio de suas vidas. O terceiro filme foi dirigido pela dupla belga Adil e Bilall, diretores não tão conhecidos na indústria de cinema. O que chamou muita atenção, pois os dois primeiros filmes foram dirigidos pelo cineasta Michael Bay, no início de sua carreira nos cinemas. A mudança foi positiva para a franquia, pois a sequência ganhou cenas mais bem elaboradas, sem os cortes explosivos do Bay.
Bad Boys para Sempre critica

Os Tiozões Mike e Marcus terão que encontrar um criminoso especialista em matar autoridades policias e que está fazendo vítimas pelas ruas de Miami, algumas delas são amigos próximos da dupla. Eles precisarão entender a motivação do assassino e como pará-lo antes que sejam os próximos.

Mike e Marcus sabem que precisariam de ajuda e um dos pontos mais alto do filme são os jovens agentes que são chamados para ajudá-los com suas habilidades em tecnologias, socialização e rastreamentos.
Critica Bad Boys para Sempre

Tudo que os fãs querem está no filme. Bad Boys para Sempre traz de volta os diálogos cômicos, com time certo das piadas, sem exageros, cenas de ação que te prendem na cadeira logo que você entra na sala de cinema e também uma trama mais bem elaborada do que nos filmes anteriores. O filme consegue amarrar bem as histórias do passado e cria um futuro promissor para a franquia. Bad Boys para Sempre é um ótimo filme de ação que vem para encerrar os lançamentos do mês com chave ouro.Bad Boys para Sempre


Para mais informações sobre games, acompanhe a Manual no Facebook, Twitter, Instagram e através de nosso canal no Youtube.

Publicado em 30 de janeiro de 2020 às 09:10h.
2020-01-30 09:10:25