Críticas Filmes

Crítica | Era uma Vez em… Hollywood

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

Era uma Vez em… Hollywood é o nono filme do cineasta Quentin Tarantino, conhecido por trazer filmes impactantes como Kill Bill e Bastardos Inglórios, não foi diferente em seu novo longa.

O filme se passa no final dos anos 1960, quando o cinema estava passando por uma grande transformação. Ao mesmo tempo em que o movimento “paz e amor”, promovido pelos hippies, teria o seu fim, após a seita da família Mason cometer vários assassinatos ao comando de Charles Mason.


É nesse cenário que vamos acompanhar a saga de Rick Dalton (Leonardo DiCaprio), protagonista de uma série de faroeste de sucesso na TV que, após vários fracassos no cinema, precisa se contentar em fazer pequenos papéis televisivo como vilão, enquanto tenta se destacar em algum filme.

Do seu lado está o seu amigo, o dublê Cliff Booth (Brad Pitt), que é praticamente o “faz tudo”: motorista levando Dalton às filmagens; técnico consertando a antena; e conselheiro quando o amigo está em crise emocional. O dublê também aproveita para ganhar alguns trocados nas produções em que Dalton está trabalhando.


O filme também traz atriz Sharon Tate (Margot Robie) aproveitando o dia a dia com seus amigos e com seu marido Roman Polanski, o mais badalado da época, após o grande sucesso do filme O Bebê de Rosemary.

O longa se desenrola com esses três personagens, contando as suas histórias e o que eles passam dentro e fora do set de filmagens. Tarantino usa uma narrativa bem lenta para que os espectadores se sintam mergulhados no filme. Ele usa e abusa dos principais elementos da época como as belas músicas que compõem a trilha em vários pontos do filme, atores que estavam se destacando na época, a forma como os filmes eram gravados e até mesmo os erros no set.


Vale destacar a louvável interpretação do Leonardo DiCaprio nesse filme que, inclusive, pode render-lhe um oscar, diga-se de passagem, merecido! Um ponto que precisa da nossa atenção para apreciarmos o filme por completo, é conhecer a história do caso Sharon Tate e Charles Mason, pois o filme retrata em vários momentos, mas só ganha destaque no final.

Era uma Vez em… Hollywood é um filme obrigatório para quem ama cinema. Nele podemos conhecer uma das épocas mais importante para a indústria cinematográfica. A direção de Quentin Tarantino mais uma vez surpreende. O enredo é bem desenvolvido e os atores completam e elevam a grandeza da obra. É imenso, mas necessário para uma imersão completa e incrível. Assistam!

 

Publicado em 15 de agosto de 2019 às 10:20h.
2019-08-15 10:20:10