Pesquisar

Crítica | Kung Fu Panda 4

kung-fu-panda-4-opster

Kung Fu Panda 4 é um prato cheio para a nostalgia, mas não vai muito além

Po é certamente um dos Pandas mais amados do cinema, com seu carisma único e visual icônico que cativaram milhares de fãs ao redor do mundo. E ele juntamente com o mestre Shifu e os cinco furiosos construíram uma das franquias de animação mais aclamadas da Dreamworks. E agora 8 anos depois do lançamento do terceiro filme, Po retorna para mais uma aventura como Dragão Guerreiro.

Kung-Fu-Panda-4

A História e a lenda do Dragão Guerreiro

A base da história de Kung Fu Panda 4 gira em torno de Po, o Dragão Guerreiro, enfrentar um novo desafio: encontrar a paz interior e se tornar o líder espiritual do Vale da Paz. Ao mesmo tempo que precisa lidar com a ameaça de um antigo inimigo, Tai Lung e outros vilões, e de uma nova vilã, a Camaleoa.

Após anos protegendo o Vale da Paz, Po finalmente alcançou a paz interior. Mas, ao visitar seu pai adotivo, Ping, no restaurante de macarrão, ele é surpreendido por uma mensagem de Mestre Shifu, onde ele revela que Po precisa se preparar para um novo destino, liderar o Vale da Paz como líder espiritual.

Kung-Fu-Panda-4-Po-e-Seu-Eu-Maligno

Po, inicialmente hesitante, logo se depara com a dura realidade de suas responsabilidades. Ele precisa aprender a controlar seus chi e a meditar, habilidades que não condizem com sua natureza agitada. Para piorar, o Vale da Paz é ameaçado por um novo vilão: a Camaleoa, uma feiticeira poderosa que busca o Cajado da Sabedoria.

E é nesses pontos nos quais a trama se sustenta, uma história simples e não muito inovadora, mas que traz a alma de Kung Fu Panda, que é a amizade e a perseverança. Um ponto que me tirou do filme é a ausência dos cinco furiosos Louva Deus, Tigresa, Garça, Macaco e Víbora, pois nos demais filmes da franquia eles eram importantes para a trama e traziam um tom a mais para o longa, já que todos eles são excelentes personagens.

kung fu panda 4 cena 004

Essa ausência pode ter acontecido devido a escolha principal do filme tenha sido de focar nos dilemas de Po e no futuro Dragão Guerreiro, mas mesmo assim sinto que a falta desses personagens afeta o filme, negativamente.

O tom do filme

Kung Fu Panda, assim como outras produções da Dreamworks como “Como treinar o seu dragão” e “Shrek” sempre souberam trabalhar muito bem mensagens e um humor mais ácido em relação a obras da Disney por exemplo, e isso fazia com que cada obra fosse única da sua própria maneira.

Kung fu panda 555

Mas aqui em Kung Fu Panda 4 parece que o roteiro de Jonathan Aibel, Glenn Berger e Darren Lemke não soube como trazer a urgência nem o humor dos filmes anteriores, trazendo de volta ideias e situações que deixam a animação cansativa. A Camaleoa é outro ponto que deixa a desejar, pois ela não é tão bem desenvolvida a ponto de causar um grande impacto e se tornar um dos grandes vilões da franquia, na verdade para mim ela acaba sendo a mais fraca entre os antagonista dos 4 filmes. A sensação que dá ao fim do filme é que a ideia inicial era fazer esse filme para o Streaming.

A alma de Kung Fu Panda

Se você, assim como eu, cresceu assistindo aos filmes de Kung Fu Panda vai gostar de diversos momentos desse filme, já que é possível ver que embora o filme esteja um pouco diferente, alguns aspectos ainda se mantem e fazem jus aos primeiros filmes da franquia.

Ainda sobre isso, um ponto que achei bem interessante é que os produtores em momento alguns quiseram mudar a personalidade de Po, ele continua exatamente como era quando o conhecemos em 2008, e isso é ótimo, pois vemos que mesmo ele agora sendo um grande líder, ele ainda permanece aquele Panda brincalhão que só pensa em Macarrão.

images 3

Pontos como esse trazem a tona a nostalgia que mora em todos nós que já assistimos os filmes anteriores, gerando uma sensação boa em relação a tudo que já vivemos ao lado desses personagens. E ter elementos nostálgicos é sempre bem vindo, o que não creio que seja certo é o filme existir somente por conta da nostalgia, mas isso claramente não é o objetivo de Kung Fu Panda, ele se propõe sim em agradar os fãs, mas de forma a contar uma história que mesmo que simples ainda assim funciona para a evolução do personagem.

Futuro da franquia e da Dreamworks

Bom, já sabemos que a Dreamworks está a todo vapor em suas produções, o que se tem confirmado é que Shrek 5 está em desenvolvimento e um live action de Como Treinar o seu Dragão também está, portanto o plano parece que é dar continuidade a sua franquias já consolidadas, sem se arriscar muito com novas ideias.

E isso por um lado pode ser bom para os fãs das franquias, mas extremamente ruim cada os produtores não saibam exatamente qual história contar, e isso pode de fato manchar uma franquia de enorme sucesso.

Conclusão

No fim das contas Kung Fu Panda 4 acaba sendo um bom filme, mas que colocado lado a lado com os demais filme ele fica pequeno, em especial pela sua trama mais intimista e sem alguns personagens clássicos da franquia.

Mas de forma alguma poderia não indicar o filme para quem gostou dos anteriores, já que mesmo que ele não supere os demais em questão de enredo e qualidade, ainda assim é uma bela aventura de Po como Dragão Guerreiro. Então não perca, Kung Fu Panda 4 dia 21 de Março nos cinemas.

kung fu panda 4

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.​

VEJA TAMBÉM

Comentários: