Pesquisar

Dragons Dogma 2: Guia completo de todos os enigmas da Esfinge

A Esfinge é uma criatura exótica e o super chefe de Dragons Dogma 2. Ao contrário de outros inimigos, você não a enfrenta com armas ou magias, mas sim com a mente.

A batalha contra a Esfinge consiste em uma série de charadas que o jogador deve resolver, e as respostas nem sempre são óbvias. Entre as recompensas está uma pedra que permite reviver todos os NPCs em uma área.

Este guia detalha como encontrar o chefe e resolver cada um dos 11 enigmas.

dragons dogma 2 esfinge

Encontrando o Chefe:

Procure a estrada marcada na screenshot abaixo e siga montanha acima até encontrar o Antigo Campo de Batalha. Caso seja a sua primeira vez no local, você irá encontrar um NPC pedindo ajuda, aceite ajudá-lo e resolva sua quest.

Dragons dogma 2 templo 1 screenshot 1

Após sair da masmorra, siga em frente até encontrar a próxima masmorra chamada Caverna do Fim do Mundo:

Dragons dogma 2 templo 1 screenshot 2

Em seguida, entre no Corredor do Templo e suba as escadarias do Templo da Montanha:

dragons dogma 2 templo 1 screenshot 3
dragons dogma 2 templo 1 screenshot 4

Ao encontrar o chefe, suba na plataforma e interaja com o chefe. Ele explicará a dinâmica de seus enigmas e te dará a opção de escolher qual enigma fazer. Recomendo seguir a ordem do guia.

Resolvendo os enigmas – Parte 1:

Enigma dos Olhos: Ao chegar no Templo da Esfinge, você notará uma porta trancada antes da escadaria. Selecionar o enigma dos olhos a abrirá. Entre na caverna, suba nas pedras ao lado direito logo na entrada da masmorra e abra o baú. Entregue o conteúdo à Esfinge.

dragons dogma 2 enigma 1 bau

Enigma da Loucura: Leve seu peão principal à plataforma e inicie o diálogo com a Esfinge. Confirme que seu peão é a pessoa que ela procura.

Enigma da Sabedoria: Esse enigma é o primeiro que exige que o jogador pense fora da caixinha e explore o mapa. Para resolve-lo, o jogador precisará recrutar um peão específico que só pode ser recrutado em um lugar específico.

Se dirija até o local no mapa mostrado na imagem abaixo:

dragons dogma 2 enigma parent

Abra a lista de peões e procure um peão chamado SphinxParent. Pode haver mais de um peão com esse nome, mas de acordo com alguns testes qualquer peão com esse nome pode ser usado para resolver a charada. Basta levá-lo até a esfinge da mesma forma que no enigma anterior.

dragons dogma 2 enigma parent 2

Enigma da Convicção: Entregue um Escaradouro à Esfinge. Você pode encontrar um nos pântanos brumosos, próximo ao templo.

dragons dogma 2 escaradouro 1
dragons dogma 2 escaradouro 2

Errata: Ao contrário do que o texto original diz, qualquer item pode ser entregue a Esfinge para completar Enigma da Convicção. A recompensa do baú se trata de uma duplicata do item entregue. Recomendo que entregue um Cristalporto, já que é um item extremamente limitado e raro de se encontrar.

Enigma da meditação: É aqui que a grande maioria dos jogadores da adeus a quest line da Esfinge. Esse enigma consiste em que o jogador se lembre do local em que sua primeira Marca do Indagador foi encontrada, retorne a esse local e colete o item que foi colocado no lugar. Se isso já não fosse difícil o suficiente, a criatura da um prazo de 7 dias in-game para que a tarefa seja realizada. Por sorte, existem guias na internet mostrando a localização de algumas Marcas. Você pode acessar um deles abaixo:

Após entregar a Marca do Descobridor, a Esfinge voa para o local da segunda parte de seus enigmas.

Encontrando a Nova Localização:

Achar a nova localização conta como um de seus enigmas. Para começar, teleporte para Bakbattahl e siga de carroça até Posto do Retiro. Ao sair da cidade, siga a trilha do rio abaixo da ponte da entrada da cidade e entre na caverna ao final, siga pelo caminho escalando as pedras ao lado direito dentro da caverna.

Dragons dogma 2 local 2 screenshot 1

O caminho por dentro da montanha é extremamente perigoso, guardado por minotauros, ciclopes ou até mesmo uma Quimera. Fique atento e corra se achar necessário. Siga a estrada até encontrar a primeira saída a esquerda.

dragons dogma 2 local 2 screenshot 2
dragons dogma 2 local 2 screenshot 3

Abra o baú e interaja com o chefe mais uma vez. Nessa segunda parte, os enigmas são aleatórios, então descreverei a resolução de cada um deles baseado na ordem do meu save.

Resolução dos Enigmas – Parte 2:

Enigma da Disputa: Antes de iniciar a batalha, equipe o Anel do Escárnio conforme instruções dadas pela Esfinge. Seu objetivo é derrubar o oponente, agarrá-lo e jogar para fora do templo, como no vídeo abaixo.

Enigma da Diferenciação: Nesse enigma, você precisará encontrar uma pessoa em específico e traze-lá ao templo. Posicione um Cristalporto na entrada do templo, teleporte para Bakbattahl e va até a guilda de ocupações. Troque sua classe para arqueiro e equipe um arco, isso será importante em um futuro enigma. Após isso, vá de carroça até Posto do Retiro e procure um NPC chamado Vergil. Não confundir com Dante, irmão gêmeo do NPC (sim, eles fizeram isso).

dragons dogma 2 vergil

Ao encontrá-lo, agarre o npc e use uma Pedra-barca para voltar até o templo. Solte o npc na plataforma e interaja com o chefe.

dragons dogma 2 vergil 2

Enigma da Recordação: Use as estatuas ao lado para dizer quantos enigmas foram resolvidos até agora. Lembre-se de que achar o Templo da Fronteira conta como um dos enigmas. Posicione as estatuas em frente a criatura e interaja com ela mais uma vez para coletar sua recompensa.

Enigma da Futilidade: Futilidade é o enigma mais complexo de ser resolvido, já que o chefe pede para que um NPC seja colocado dentro de um vaso. Mas claro, daremos o jeitinho brasileiro e resolveremos isso sem precisar tirar o vaso do lugar.

Teleporte novamente para Bakbattahl e siga para a Passagens dos Murais. Caso seja sua primeira vez no local, um NPC chamado Maurits irá iniciar um diálogo com você comentando sobre a Esfinge. Por pura conveniência, Maurits é a pessoa que precisamos levar até o vaso. Assim como Vergil, agarre o npc e use uma pedra de teleporte em um lugar aberto para levá-lo ao templo.

dragons dogma 2 vaso 1

Solte o NPC perto do vaso para resolver o enigma.

Último Enigma: O último enigma é a tão aguardada batalha contra o chefe, e há duas maneiras de enfrentá-lo. A primeira e mais óbvia é simplesmente enfrentá-lo como um chefe comum, o que pode ser extremamente divertido e gratificantes para alguns (como foi o meu caso). Alternativamente, você pode usar uma recompensa de um dos enigmas, e é aqui que a troca de classe para arqueiro entra em ação.

Após o diálogo do último enigma finalizar, interaja novamente com o chefe. Assim que ela se despedir, ataque-a caso queira enfrentar da maneira convencional ou abra seu inventário e equipe a Flecha Aniquilante. Com a flecha equipada, mire em uma de suas asas e atire. Caso consiga acertar no ponto certo, parabéns, você concluiu a side quest mais exaustiva de Dragons Dogma 2.

Recompensa Final:

A recompensa final se trata de uma Vitalita Eterna, item único que tem a capacidade de reviver todos em uma área ao redor do usuário, mais precisamente uma cidade inteira. Use-o com sabedoria (ou quando seu peão eventualmente dizimar uma cidade pela Praga).

Entre as recompensas, também se encontra o Vínculo Eterno, item extremamente necessário para o Guia de Romances, além de muito ouro que também será de utilidade para o futuro guia da Forja do Dragão e falsificação de itens.

E esse foi o guia completo da linha de quests da Esfinge, espero que tenha sido útil em sua jornada! Não deixe de conferir os demais conteúdos da Manual sobre Dragons Dogma 2!

Por fim, não deixe de acompanhar a Manual dos Games nas redes sociais no FacebookInstagramTwitter e Youtube para receber os conteúdos em primeira mão!

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.​

VEJA TAMBÉM

Comentários: