Entrevista Games

Entrevistamos Daniel Fedor, desenvolvedor de Ostranauts

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins
Ostranauts

Ostranauts é um jogo indie desenvolvido pela Blue Bottle Games. O estúdio foi fundado por Daniel Fedor. Recentemente a equipe esteve envolvida no desenvolvimento do jogo Ostranauts. Diante disso, resolvemos entrevistar Daniel com a finalidade de apresentar um pouco melhor o projeto. Sem mais delongas, vamos para a entrevista!

Manual) De onde veio a inspiração para o desenvolvimento do jogo, você tinha mais fontes de inspiração além do próprio universo de NEO Scavenger?

Dan) Absolutamente! Muitos dos meus filmes, jogos e outras mídias favoritas influenciaram no design e na ambientação do universo compartilhado entre Ostranauts e NEO Scavenger. Alguns exemplos notáveis ​​incluem RPGs de mesa como Traveler by GDW, Shadowrun, Rifts e World of Darkness. Franquias como Blade Runner, Alien, Firefly e The Expanse. E, claro, muitos jogos como Elite II: Frontier e Starflight, além de outros mais recentes, como Prison Architect e Rimworld. Provavelmente inspirações demais para eu listar!

Manual) Quais são os planos para o conteúdo do jogo no futuro?

Dan) Os planos de conteúdo futuro para o jogo incluem novas carreiras iniciais e situações, mais lugares para visitar, mais peças e sistemas para incorporar em navios, mais equipamentos pessoais e itens, e lore que expande o universo do game. Também há planos para adicionar sistemas mecânicos ao jogo para estender o forma como os jogadores interagem com o universo. Isso pode incluir coisas como incêndio e supressão de incêndio, condições médicas e tratamentos, gravidade zero, encanamento e, provavelmente, combate entre o pessoal e os navios.

Manual) Qual foi a maior dificuldade ou desafio que você encontrou ao criar e desenvolver o jogo?

Dan) Acho que o maior desafio tem sido a interação de vários sistemas. Isso, ou o grande número de sistemas que precisam ser construídos para simular o mundo. Ostranauts está em desenvolvimento há cerca de cinco anos, e até agora, parece que ainda temos muito mais a acrescentar para um simulador de vida espacial.

Manual) Que dica você daria para as pessoas que vão jogar Ostranauts pela primeira vez, especialmente para as pessoas que não conhecem o gênero?

Dan) Leve o seu tempo e explore cada ambiente e mecânica. Não seja desencorajado pelo fracasso. Jogos como este têm menos a ver com alcançar destino e mais sobre viver a experiência. Eventualmente, você encontrará um estilo de jogo que mais gosta e você pode gastar seu tempo crescendo a partir daí!

Manual) Você acredita que o nível de dificuldade e complexidade para gerenciar um navio e tomar decisões para a tripulação será uma qualidade chave do jogo, atraindo a atenção dos jogadores?

Dan) Eu acho que sim. Para mim, eu queria tanto a liberdade criativa para projetar navios de que gostei, quanto o controle preciso sobre como fazer os sistemas funcionarem como eles deviam. Eu queria apertar os botões e girar os botões e resolver problemas de forma criativa. E também queria personagens fazendo coisas interessantes no cenário. Muitas das minhas influências favoritas possuem personagens interessantes e divertidos atuando no cenário de ficção científica, então há um pouco de desejo de drama lá também. Acho que os jogadores que gostam dessas coisas serão as pessoas mais atraídas pelo jogo.


Para mais informações sobre games, acompanhe a Manual no Facebook, Twitter, Instagram e através de nosso canal no Youtube.

Publicado em 18 de outubro de 2020 às 11:13h.
2020-10-18 11:13:50