Especiais

Especial Indie Games BGS 10 | Conheça Sunrise – Active Mind Lifestyle

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

A BGS 10, para quem souber aproveitar, pode realmente ser um experiência incrível. Mas devido às proporções, as pernas cansam e um desejo intenso de um espaço para relaxar surge. Já pensou no quanto seria bom se depois de concentrar-se bastante em um game que é uma verdadeira malhação cerebral, ganhasse uma massagem relaxante?

 

Na área Indie da BGS você consegue realizar esse desejo. Procure pelo stand do pessoal da Mens Sana Interactive. Lá encontramos e conversamos com Sérgio Ueta e fomos apresentados a um game muito interessante. Acompanhe nossa entrevista e descubra.
 
MDG: Sérgio, conte um pouquinho sobre sua empresa e seu jogo.
 
Sérgio: Minha empresa é Mens Sana Interactive, é um estúdio de desenvolvimento de games focados em bem-estar e aprimoramento pessoal. Trouxemos para a BGS o jogo “Sunrise – Active Mind Lifestyle”, que é voltado para estimular o cérebro e suas várias funções cognitivas, como memória, raciocínio lógico, matemática, atenção, foco. Então é uma coletânea de mini-games que visam estimular essas funções. Existe um programa de treino que vai modificando de acordo com o desenvolvimento do jogador. 
MDG: Muito bacana a proposta. E ele tem alguma restrição etária?
 
Sérgio: A proposta do jogo inicialmente é para adultos, mas não há restrição. Mesmo crianças, por volta dos 8 anos, conseguem e podem jogar. 
 
MDG: Disponível para qual(is) plataforma(s)?
 
Sérgio: Ele está em desenvolvimento ainda. Mas será disponibilizado para tablets e celulares, tanto android quanto ios. Deverá estar disponível no começo de 2018. 
 
MDG: E qual foi o maior desafio até agora?
 
Sérgio: Antes de desenvolvermos o Sunrise, realizamos uma grande pesquisa de mercado para verificar o potencial de atingir o público. E temos esse potencial. E acho que o grande desafio é conseguir desenvolver um produto que atenda a expectativa do público. E a BGS está sendo um grande teste para pegarmos feedback, que é a avaliação dos jogares, o que eles estão gostando e o que poderia ser melhorado. E isso está sendo bem interessante. Só por isso já está valendo muito a pena a BGS. 
 
MDG: É sua primeira participação de na BGS como expositor? Ou já participou antes?
 
Sérgio: Já participei da BGS, mas sempre como visitante. Agora como desenvolvedor e estúdio é a primeira participação. 
 
MDG: E sua avaliação do evento até agora?
 
Sérgio: Bom planejamos bastante sobre o evento. Pensamos na estratégia da massagem para atrair público, então todos que testam o jogo recebem uma massagem. E notamos que foi bem positivo. Estamos gostando da receptividade. 
 
MDG: Conta um pouco da sua história. Você é ou era jogador? 
 
Sérgio: Bom, desde a minha adolescência eu gosto de jogos eletrônicos. Mas na época não existia ferramentas, mercado de jogos no Brasil. Então eu acabei indo pra área de TI. Fiz curso técnico em processamento de dados, fiz engenharia de computação, mas fiz carreira no mundo corporativo. Fui trabalhar em banco, consultoria. E recentemente eu decidi fazer uma mudança de carreira. E escolhi resgatar essa paixão que eu tinha desde a juventude. Estudei o mercado de desenvolvimento de jogos no Brasil e vi que dava para apostar nele. Consegui parceiros que apostaram junto comigo e estamos juntos investindo nesse estúdio. E queremos que seja um negócio que dê certo e cresça. 
 
Para saber mais sobre o “Sunrise” acesse a página da Mens Sana Interactive no Facebook.
Manual recomenda esse game que ajudará os grandes jogadores de hoje tornarem-se os maiores de amanhã.
Não foi na área Indie da BGS 10? Corre que ainda dá tempo! Ela está demais!
Compartilhe esse post nas suas redes sociais:

Para mais informações sobre games, acompanhe a Manual no Facebook, Twitter, Instagram e através de nosso canal no Youtube.

Publicado em 14 de outubro de 2017 às 21:10h.
2017-10-14 21:10:01