Filmes

Gal Gadot defende lançamento de Mulher-Maravilha 1984 em serviço de streaming

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins
Mulher-Maravilha

Gal Gadot inegavelmente é uma das maiores atrizes da atualidade. Tendo participado de várias franquias enormes, como Velozes e Furiosos, a atriz conquistou o mundo graças a um papel. Foi após atuar como Mulher-Maravilha que Gal impressionou a todos com sua enorme capacidade de atuação, se tornando um símbolo de força e beleza por todo o globo. Agora, a atriz se vê no meio de uma das maiores batalhas do cinema: a polêmica do streaming.

Em uma entrevista com o site Digital Spy, a atriz decidiu falar sobre a polêmica envolvendo a Warner e o que ela pensa a respeito disso. Caso você não tenha lido, aqui vai um breve resumo. Em virtude da pandemia, a Warner decidiu lançar todos os filmes de maneira simultânea no serviço HBO Max. A polêmica decisão causou uma reverberação enorme na indústria, gerando críticas por todos os lados. De acordo com as pessoas mais extremas, este é um passo enorme para acabar com os cinemas de maneira precoce. Embora a alegação faça sentido em partes, a companhia estava de mãos atadas. Graças a nova onda de infecção, os cinemas estão começando a fechar novamente. Com a indisponibilidade das telonas, certamente os executivos tiveram que se mexer para encontrar meios de tornar os filmes financeiramente viáveis de alguma forma.

Agora, Gal decidiu falar sobre o assunto. Segundo ela, se fosse um ano atrás, ela teria ficado extremamente chateada. Mas agora, em virtude do momento do mundo, ela vê claramente que não há nada a ser feito. O filme teve suas gravações encerradas em 2018. A promoção começou em 2019 e desde então foram 4 adiamentos. A atriz afirmou estar feliz que finalmente vão poder assistir o filme. E foi além, alegando que o longa é extremamente necessário para o atual momento do mundo.

Sobre Mulher-Maravilha 1984

O filme está no meio de toda esta polêmica por conta de uma informação divulgada pelo New York Times. Segundo o site, tanto Gal Gadot quanto Patty Jenkins, a diretora, receberam uma compensação de U$10 milhões para aprovarem o lançamento do filme no serviço. Em suma, a fúria dos outros diretores e dos atores e atrizes vem disso. Eles não foram informados sobre o lançamento de seus respectivos filmes no serviço e não foi oferecido nenhuma compensação por isto.

No Brasil, a estreia do filme está marcada para o dia 17 de Dezembro. Confira a sinopse:

Como arqueóloga, Diana, que trabalha no museu Smithsonian, é uma Mulher-Maravilha que tem super poderes extraordinários, podendo ser a heroína mais forte do mundo. Em 1984, a Mulher Maravilha está em perigo mortal assustador diante de uma enorme conspiração do empresário Max, que canta alto para satisfazer os desejos das pessoas, e uma inimiga misteriosa, a Mulher-Leopardo. A Mulher-Maravilha vai conseguir parar o colapso do mundo sozinha?


Para mais informações sobre games, acompanhe a Manual no Facebook, Twitter, Instagram e através de nosso canal no Youtube.

Publicado em 15 de dezembro de 2020 às 08:23h.
2020-12-15 08:23:05