Japão | Editar saves de jogos e vender keys agora é ilegal

Em dezembro, os legisladores do Japão promulgaram uma emenda à Lei de Prevenção à Concorrência Desleal que efetivamente proíbe editar saves de jogos, o que agora pode resultar em uma multa. Outras alterações resultantes  também tornam ilegal vender chaves de produto para jogos sem a permissão do fabricante do software. 

As alterações à Lei de Prevenção à Concorrência Desleal são detalhadas neste site oficial, mas de acordo com uma versão traduzida do Google, as seguintes ações se tornaram ilegais como resultado da emenda de dezembro:  

  • Ato 1: Transferência de ferramentas e programas para remodelar salvar dados de softwares de jogos etc.
  • Ato 2: venda ou publicação no código de série da Internet e na chave do produto que o fabricante do software não licencia.
  • Ato 3: Realizar a remodelação dos dados salvos

Conforme explicado pelo desenvolvedor Brad Parker no Reddit, essas mudanças resultaram em vendas descontinuadas de produtos como o Pro Action Replay e o “Save Editor” da Cybergadget. A Nintendo Soup também está reportando que multas em potencial para quebrar essas novas leis podem chegar a 5 milhões de ienes (~ US $ 46.000).

Um exemplo popular de editar saves é nos jogos Pokémon, onde as edições hexadecimais permitem que os hackers modifiquem diferentes Pokémons para ter atributos e estatísticas específicas. Até mesmo Pokemon Let’s Go Pikachu e Eevee foram hackeados através deste método logo após o lançamento.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.​

VEJA TAMBÉM

Comentários: