Games Notícias

Jogos | Grandes publishers trabalham em nova política para esclarecer loot boxes

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

A ESA, sigla para Entertainment Software Association, o maior órgão de comércio da indústria dos games nos Estados Unidos, anunciou uma ampla iniciativa para divulgar as probabilidades das loot boxes em todos os jogos. Sony, Microsoft e Nintendo têm planos de forçar a divulgação de loot boxes no nível de plataforma, e os maiores participantes do setor concordaram em reduzir as taxas de queda de dinheiro real até o final de 2020.

A Activision Blizzard, a Bandai Namco, a Bethesda, a Bungie, a Electronic Arts, a Microsoft, a Nintendo, a Sony, a Take-Two, a Ubisoft, a Warner Bros. e a Wizards of the Coast são listadas como editoras na lista para terem divulgações sobre “raridade relativa ou probabilidade” para obter itens virtuais no jogo a partir de loot boxes em vigor até o final de 2020.

A Nintendo, a Microsoft e a Sony exigirão, adicionalmente, divulgação da taxa de drop das loot boxes para todos os jogos desenvolvidos para suas plataformas. As políticas da plataforma estão agendadas para serem implementadas em algum momento do próximo ano e também exigirão divulgações da taxa de drop, mesmo que as caixas de loot sejam adicionadas a um jogo em uma atualização posterior.

“Juntas, essas divulgações ajudarão a alcançar os consumidores jogando em uma variedade de jogos, incluindo jogos para PC e outros jogos entregues fora das plataformas”, diz a ESA em seu comunicado.

Publicado em 8 de agosto de 2019 às 07:00h.
2019-08-08 07:00:20