Games Notícias

League of Legends | Riot Games trabalhando num sistema de vigilância “anti-vício”

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

As pressões dos reguladores estatais chineses forçaram a Tencent, empresa controladora da Riot Games, a solicitar aos desenvolvedores que criassem um sistema de vigilância regional em League of Legends, revelado em um relatório do LA Times.

Ao longo de 2018, as empresas de jogos na China têm atendido às demandas do governo para implementar um método de rastreamento e limitar a quantidade de horas que jogadores colocam em seus jogos. A Epic Games, de quem a Tencent tem uma grande participação, já fez e implementou um sistema similar de rastreamento e verificação de identidade para seus jogadores chineses, a fim de atingir o mesmo objetivo.

O governo chinês tem tentado neutralizar a tendência observada entre os jovens, conhecidos pelo Estado como um “vício em videogames”, forçando-os a sair dos jogos após um limite de duas horas, a menos que eles acumulem uma pesada penalidade no jogo ou exclusão absoluta, de acordo com o relatório.

“Nossos engenheiros líderes, sediados na Califórnia, estão cientes de todos os recursos que criamos para ‘League of Legends'”, disse a Riot Games. “Desenvolvemos recursos específicos de mercado de forma colaborativa, com representantes de nossas equipes de engenharia em todo o mundo”.

Para evitar o potencial de perder toda a base de jogadores chineses, a Riot Games criou e enviou a atualização para a versão daquela região do jogo. O relatório descreve imagens nos documentos da Riot Games que rotulam os jogadores mais jovens de acordo com o “futuro regulamento da AAS(sistema anti-vício)”. Além disso, os pedidos nos documentos queriam uma maneira de kickar os jogadores da League of Legends em certos momentos, enquanto restringiam com base em recompensas no jogo. ”

Não há nenhuma indicação até o momento se a Riot Games ou a Tencent gostariam de implementar um recurso similar para o League of Legends em qualquer outra região.

Publicado em 24 de julho de 2019 às 07:15h.
2019-07-24 07:15:03