Microsoft continuará adquirindo estúdios para impulsionar o Xbox Game Pass

Microsoft sempre buscando mais estúdios

No mês passado, a Microsoft surpreendeu o mundo dos jogos com o anúncio de que havia adquirido a Bethesda Softworks pelo preço de US $ 7,5 bilhões. Mas parece que tem mais vindo aí.

Em uma entrevista recente, Spencer, o atual vice-presidente executivo de jogos, revelou que a aquisição da Bethesda não será a última para a empresa. O Xbox Game Pass é um serviço cujo crescimento e sustentabilidade estão sendo ativamente buscados pela Microsoft.

A Microsoft, segundo Spencer, via Dexerto, “estará constantemente neste modo de trazer mais criadores para o rebanho” para “alimentar” o Xbox Game Pass à medida que ele continua a crescer. A aquisição da Bethesda Softworks trouxe vários jogos renomados, como The Elder Scrolls, Fallout, Wolfenstein, DOOM, Dishonored, Prey e The Evil Within.

Aquisição da Bethesda é a mais cara da história dos jogos

A notícia sobre a aquisição da Bethesda e de todos os seus estúdios pela Microsoft abalaram profundamente a indústria de jogos, e desde então foi confirmado como a fusão mais cara da história dos jogos. A compra foi feita mediante um valor de US $ 7,5 bilhões.

O único caso que chega perto desse valor foi quando a Activision Blizzard comprou a King por US $ 5,9 bilhões em 2015. Na época, a aquisição foi uma grande notícia.

Aquisição da Bethesda pela Microsoft é a mais cara da história dos jogos

Outra grande aquisição pela Microsoft, na época, foi em 2014, quando comprou o Minecraft por US $ 2,5 bilhões. No mesmo ano, o Facebook adquiriu a Oculus por US $ 2 bilhões.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.​

VEJA TAMBÉM

Comentários: