Games Hardware Microsoft Notícias PC Tecnologia Xbox

Aaron Greenberg não se arrepende de Starfield da Bethesda ser exclusivo da Microsoft

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins
Microsoft

Em 2021, a Microsoft atingiu um patamar inimaginável que foi a compra da Bethesda, e dai surgiram diversas dúvidas a respeito de como ficariam os games do estúdio, se seriam exclusivamente do Xbox ou se seriam lançados para o PlayStation.

Nessa linha, a resposta mais provável, é que alguns games serão exclusivos da Microsoft e os outros títulos acordados com a Sony antes da compra do estúdio, chegará ao PlayStation. Mas, só saberemos futuramente, conforme os jogos forem lançados.

Não obstante, a situação de Starfield ser exclusivo do Xbox gerou muita insatisfação e então Pete Hines fez um pedido de desculpas:

“Não sei como acalmar os medos e preocupações dos fãs do PlayStation 5, a não ser dizer que também sou um jogador do PlayStation 5 e já joguei naquele console e há jogos que vou continuar a jogar nele, mas se você quiser jogar Starfield , é PC e Xbox, desculpe ”, disse Hines. 
“Tudo o que posso dizer é que peço desculpas, porque tenho certeza que isso é frustrante para as pessoas, mas não há muito que eu possa fazer a respeito”.

Entretanto, já Aaron Greenberg não foi tão cordial em sua manifestação: “Eu não sinto muito. Não sinto muito ”, disse Greenberg em um bate-papo no Twitter Spaces entre ele e Hines.

Contudo, até que a resposta do executivo da Microsoft é passível de compreensão, haja vista, que a compra da Bethesda pela Microsoft foi para fortalecer sua marca própria.

O comentário após 48 minutos no chat completo (vídeo abaixo). Hines começou a falar sobre como ele não tinha olhado para o Twitter devido ao seu pedido de desculpas se tornar viral.

“Todo mundo decidiu pirar ontem porque eu disse ‘sinto muito’ para alguém que estava chateado”, disse Hines, em referência ao seu pedido de desculpas anterior sobre Starfield agora ser um exclusivo Xbox. “Eu decidi que talvez todos nós apenas tirássemos um tempo um do outro, exceto por este [bate-papo no Twitter Spaces].”
“Está tudo bem”, responde Greenberg. “Eu não sinto muito. Eu não sinto muito! ” Ele ri ao terminar a frase. 

Muito embora, a conversa tenha tons de brincadeiras e risadas, Greenberg está falando sério. Afinal, como Gerente Geral da Microsoft Studios, parte de seu trabalho é apoiar a marca Microsoft, então,  Starfield (e outros títulos da Bethesda) encontram-se sendo exclusivos do xbox, sob as sete chaves da Microsoft.

Nesse caso, a aquisição da Bethesda e, posteriormente, da Starfield, é uma grande vitória para a Microsoft.

Em suma, Greenberg não está prestes a se desculpar por algo que é apenas negócios, da mesma forma que não esperaríamos que um executivo da Sony se desculpasse por exclusividades do PlayStation, aquisições ou parcerias.

Além da Microsoft, veja também:

Confira algumas das melhores ofertas na Amazon!

 


Para mais informações sobre games, acompanhe a Manual no Facebook, Twitter, Instagram e através de nosso canal no Youtube.

Publicado em 24 de junho de 2021 às 12:52h.
2021-06-24 12:52:11