Games Microsoft Nintendo Notícias Sony

Presidente americano vai adiar aumento de taxas dos consoles

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

Há cerca de um mês a administração do presidente Donald Trump propôs US $ 300 bilhões em novas tarifas contra a China como parte de sua atual guerra comercial, e com isso os consoles de videogame (dentre outros produtos eletrônicos) iriam ser 25% mais caros. Porém, depois da reunião de Trump com o presidente chinês, Xi Jinping, na cúpula do G20, o presidente dos EUA anunciou sua intenção de adiar essas tarifas.

Caso você não saiba, essas tarifas poderiam ter uma variedade de efeitos sobre a indústria de jogos como um todo porque a Microsoft, Sony e Nintendo usam fabricantes na China. Essas tarifas poderiam ter um efeito negativo sobre consumidores, desenvolvedores, varejistas, fabricantes, empregos e inovação, de acordo com a resposta da Microsoft, Sony e Nintendo às tarifas Trump.

No entanto, devido à reunião mencionada, é possível que essas tarifas sejam atrasadas indefinidamente. A China e os Estados Unidos estão agora em negociações sobre o comércio, com o próprio presidente Trump afirmando que não aumentará as tarifas sobre a China enquanto os dois países estiverem negociando. Trump também afirmou que as tarifas atuais não seriam diminuídas e que ele estava focado na qualidade, não na velocidade da transação.

Embora isso signifique que poderá levar algum tempo até que algo importante aconteça nas negociações, não deve haver nenhum retrocesso negativo na indústria de videogames enquanto essas negociações estiverem acontecendo, mas o lado oposto da moeda seria se as negociações não fossem boas. Não está claro o que aconteceria, mas é lógico que o governo Trump voltaria a buscar essas tarifas.

Publicado em 1 de julho de 2019 às 07:00h.
2019-07-01 07:00:57