Análises Destaque Literatura Nerd

Análise (HQ) | Black Dog, Os Sonhos de Paul Nash

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

Dave McKean é um aclamado ilustrador britânico, mundialmente conhecido pelas artes de capa criadas para a série de HQs Sandman, do também inglês Neil Gaiman. Além de ilustrador, McKean é cineasta, musico e fotógrafo. Foi convidado pela 14-18 NOW* para produzir uma revista em quadrinhos a respeito da Primeira Guerra Mundial, onde inspirado na vida e obra do célebre artista de guerra britânico Paul Nash, produziu Black Dog, Os Sonhos de Paul Nash, uma das HQs mais viscerais sobre esse grande conflito.

*O projeto de arte “14-18 NOW” é uma iniciativa britânica, que resgata a memória da Grande Guerra no ano do seu primeiro centenário por intermédio dos olhos de grandes artistas, músicos, designers e performers.

Antes de falar sobre a HQ propriamente dita, é imprescindível conhecer um pouco mais a respeito de Paul Nash, fonte de inspiração de Dave Mckean. Ele foi um dos artistas britânicos mais influentes do seu tempo, suas obras eram carregadas de surrealismo, e foi ainda um dos pioneiros do modernismo britânico que viriam a influenciar as gerações futuras.

Paul Nash foi recrutado em setembro de 1914, seis meses após o início da Primeira Guerra Mundial, e após dois anos de treinamento, enviado para se unir as tropas britânicas na Frente Ocidental, onde após um curto intervalo de tempo, fraturou uma costela ao cair em uma trincheira, sendo enviado de volta para Londres. Pouco tempo após o acidente nas trincheiras do Front Ocidental, todo o seu esquadrão foi dizimado em um ataque alemão. Esses eventos o marcariam por toda a sua vida, e foram refletidos diretamente em suas obras.

Durante seu período de recuperação em Londres, Paul Nash, que já possuía uma formação como artista, começou a pintar. Após sua recuperação, ele voltou a servir ao exército britânico, dessa vez como observador e artista de guerra, e as obras que produziu durante este período figuram entre algumas das mais poderosas representações desse catastrófico evento que abalou as estruturas do mundo entre os anos de 1914 e 1918.

“Se sobreviver a esta batalha, estará entre a minoria. Se retornar, provavelmente vai se parecer como todos os homens ao seu redor. Eu observei isso ao final de cada batalha, de cada cerco, de cada debandada. Cambaleando, inclinando-se no chão, apoiando-se em varas, com trapos pendendo de todos eles. E a coisa mais estranha e assustadora; rações medíocres e escassas, doença e o impacto da guerra reduzem cada rosto à mesma máscara pálida e esgotada de dor. ”

Review (HQ) | Black Dog, Os Sonhos de Paul Nash

Black Dog, Os Sonhos de Paul Nash foi publicada pela primeira vez no Reino Unido em meados de 2016, chegando ao Brasil em maio de 2018 em uma edição espetacular publicada pela DarkSide Books. Nesta obra, Dave Mckean tenta materializar os sonhos (ou pesadelos) que Paul Nash deixou registrado em escritos diversos, e um dos elementos recorrentes nestes sonhos, é a presença de um cachorro preto, que dá nome a HQ.

Esta verdadeira obra de arte lida com as memórias do soldado real, e todas as histórias contadas ao longo das 15 partes que a compõe representam eventos avassaladores e comoventes, mostrando como a guerra e as situações extremas podem nos mudar. Cada um reagirá de maneira subjetiva a dor causada por estes eventos, no caso de Nash, transformando suas paisagens surrealistas em poderosos e fantásticos documentos de guerra, que retratam de maneira vívida os horrores daqueles anos.

A arte de Dave Mckean é impressionante, os capítulos são divididos por sonhos e cada um representa um momento e local específico da vida de Nash. Em cada capítulo o autor faz uso de expressões artísticas diferentes, por intermédio de uma narrativa gráfica não linear arrebatadora, com o uso de materiais diversos, cores, texturas, colagens e até mesmo estilos de traços diferentes que se complementam no decorrer da história e tornam essa HQ absolutamente única. A narrativa gráfica é pontuada por textos poéticos, repletos de figuras de linguagem e metáforas, além de trechos com diálogos inteligentes e diretos.

Review (HQ) | Black Dog, Os Sonhos de Paul Nash

Black Dog, Os Sonhos de Paul Nash é uma obra de arte assustadoramente imersiva. Os “desenhos” de Dave Mckean nos remetem diretamente as artes de capa que desenhou para Sandman, de Neil Gaiman, e nos induzem inexoravelmente à uma atmosfera onírica, tanto nos textos quanto nas representações metafóricas dos sonhos de Paul Nash.

Trata-se de uma HQ única, que transcende o gênero e deve ser apreciada sem pressa. Altamente indicada para todos os amantes de histórias em quadrinhos que sempre estão a busca de algo a mais. É uma história diferenciada, comovente e cruel, que vai além do senso comum, e causará uma impressão permanente na percepção do leitor a respeito da Primeira Guerra Mundial.

Se você ficou interessado, Black Dog, Os Sonhos de Paul Nash está à venda nas melhores livrarias, por um excelente preço, e você pode ajudar a Manual dos Games comprando seu exemplar AQUI.

Review (HQ) | Black Dog, Os Sonhos de Paul Nash

Publicado em 17 de junho de 2018 às 23:31h.
2018-06-17 23:31:27