Análises Destaque Microsoft Nintendo PC Playstation Reviews e análises Sony

Review | Dead Cells

Dead Cells é um game de aventura desafiador, produzido pela Motion Twin, desenvolvedora famosa de jogos para browser e mobile, que resolveu expandir os horizontes e lançar games para todas as plataformas. É possível perceber o cuidado que tiveram no planejamento e desenvolvimento do game, que tem uma infinidade de pontos positivos.

CONTEXTO

O game se passa em uma ilha sem nome e começa com uma espécie de uma gosma caindo e arrastando-se no chão até entrar em um cadáver, então o jogador começa a controlar um personagem sem cabeça. E se depara com uma guerreira que alerta sobre o risco da morte e o objetivo dele é arrumar um jeito de sair da ilha amaldiçoada. Avança mais um pouco e escolhe entre um arco e flecha ou escudo. Assim a aventura começa.

Dead Cells é descrito como um game “roguevania”, uma combinação de jogos roguelike e metroidvania. Jogos roguelikes têm duas características que os destacam: a primeira é o fato dos cenários serem gerados aleatoriamente, dessa forma o game se torna imprevisível. Então toda vez que o jogador morre o cenário, os inimigos e até os itens que aparecem no cenário mudam.

A outra característica desse estilo é que se morrer, volta-se ao começo sem nada! A sua evolução de energia é zerada, assim como as suas armas e dinheiro. Isso acaba deixando o game mais atraente, já que a cada estágio avançado conseguem-se novas armas e receitas para criar outras armas poderosas e melhorar o inventário, aumentando a pressão para não perder. E quando os chefões são derrotados, adquire-se poderes que ficam até o final com o personagem. Esses poderes servem, inclusive, para dar
acesso a outras áreas do mapa.

O outro sentido da palavra, “Vania”, vem do gênero metroidvania que ganhou esse nome por causa de dois jogos famosos de ação e aventura em 2D, Metroid e o Castlevania, ambos conhecidos pelos gamers, onde o foco é a ação e exploração do mapa.

JOGABILIDADE

Sobre o sistema de combate, controlamos um personagem que é bem ágil. Ele pode pular, rolar e usar vários ataques simultâneos. No jogo você pode comprar ou encontrar espadas, machados, adagas e usar duas espadas nas mãos, flechas de gelo, molotov, armadilhas para prender inimigos. Alguns desses exigem um tempo para recarregar. O jogador terá uma grande variedade de armas à sua disposição no game.

Há também a possibilidade de usar as receitas encontradas para criar armas mais poderosas e melhorar os recursos para sobreviver no jogo. E para isso é preciso entregar ao Coletor uma boa quantidade de células que são adquiridas ao derrotar os inimigos mais poderosos dos cenários.

Eis o charme do jogo! Mesmo tendo tudo isso ao alcance, não é fácil avançar nos cenários. Os inimigos são fortes e cruéis. Eles vão arremessar magia, atirar e atacar em conjunto. São realmente irritantes. E fica bem difícil achar um item que pode recuperar a HP. Por isso é importante que o jogador evolua as porções de energia antes. Assim ele consegue levá-las durante a jornada para se manter até chegar em outro ponto seguro e recuperar a vida.

Uma outra forma de evitar a morte é pegando os pergaminhos que servem como updates espalhados no mapa. Quando encontrá-los o jogador terá 3 opções de evolução, a saber:

Violência: Ganhar um pouco de HP e aumentar o dano de sua arma principal.

Estratégia: Melhorar as suas armas secundárias.

Sobrevivência: Aumentar a sua vida.

É preciso escolher com sabedoria. E quando o jogador recomeçar obviamente vai passar mais rápido pelos caminhos, uma vez que já que conhecerá as técnicas dos inimigos.
A única forma de você finalizar o jogo é não morrendo. Mesmo que tenha 10 horas de jogo, se morrer, volta ao primeiro mapa de novo. Então é bom prestar bastante atenção em cada inimigo no seu caminho e se for muito poderoso, deixe a coragem de lado e fuja!

APARÊNCIA E SONOPLASTIA

É um game bem trabalhado, com cenários cuidadosamente implantados com traços e cores que se completam e convergem em uma arte bonita e agradável de se ver. E a trilha segue a mesma linha, casando perfeitamente com o visual e a jogabilidade. Os ouvidos não se cansam de ouvir e tudo contribui para uma experiência completa.

E ENTÃO?

Dead Cells é para aqueles que gostam de um jogo de aventura desafiador e inteligente. Tem uma história interessante, uma jogabilidade aparentemente sem mistérios, mas que precisa ser casada com estratégia, um visual bonito e uma trilha que agrada, somando a tudo isso temos o preço baixo e sua disponibilidade em todas as plataformas. Precisa de mais? Certamente vale a pena.

 

Publicado em 6 de agosto de 2018 às 18:08h.
2018-08-06 18:08:10

  • Compartilhe: