Análises Games Notícias

Review | Hotline Miami Collection (Switch)

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

Toda a surpresa boa e é sempre bem-vinda e Hotline Miami Collection foi uma das melhores para os jogadores que tem um Nintendo Switch neste último mês, trazendo dois grandes jogos finalmente ao híbrido da Nintendo.

História

Para começarmos, você precisa saber que Hotline Miami Collection apresenta o Hotline Miami original de 2012 e o Hotline Miami: Wrong Number, de 2015. Ambos os jogos têm uma jogabilidade parecida, são jogos de ação de cima, e seguem a mesma história definida no final dos anos 80 e início dos anos 90 em Miami.


O Hotline original é ambientado em 1989 em Miami, com o jogador controlando um personagem sem nome que realiza diversos assassinatos de criminosos em diversos locais onde ele é mandado. Cada missão que o jogador tem que fazer começa com uma ligação telefônica que fornece o endereço e uma instrução do que fazer por lá. Uma vez no local, o personagem sem nome entra na área, mata todos e morre diversas, mas diversas vezes na mesma missão.

Hotline Miami segue um personagem. No segundo jogo, em vez de jogar como um personagem único, as missões seguem uma série de personagens diferentes, todos conectados ao protagonista original. Mas claro, a história não faz muita diferença, você esquece ela fácil. O  principal é a jogabilidade e a música.


Gameplay

Tanto Hotline Miami quanto Hotline Miami: Wrong Number são semelhantes nos controles, mas o Hotline Miami 2 tem a opção de personalizar os controles, o que para mim foi necessário pois não conseguia jogar direito com os padrões.

A direção de arte da sequência também é um pouco mais limpa, com gráficos mais nítidos e cores mais contrastantes, principalmente nos fundos. A música também é muito mais dinâmica e variada.

A música é algo que preciso pontuar aqui por que é algo mágico neste jogo. Ela combina totalmente com o que você faz e com a arte do jogo. Além disso ela tem que ser boa e não enjoativa por que você repete as missões diversas vezes e a cada vez que eu morria, eu curtia ainda mais a música.


Quando comecei a jogar cada fase tentei entender os controles e entender a maneira mais eficiente de eliminar os bandidos o mais rápido possível. Há momentos em que você ver os caminhos que os inimigos seguem e prever quem será o próximo melhor alvo, pois eles são rápidos e você morre com um hit.

O barulho das armas de fogo atrairá inimigos próximos, as janelas entre os quartos revelarão sua localização se você não estiver prestando atenção. As fases podem ser vencidas de várias maneiras diferentes e, posteriormente, um sistema de classificação faz com que você queira repetir para melhorar sua pontuação.

Finalizando

Hotline Miami Collection traz uma excelente gameplay e uma replayabilidade muito grande. A escolha de armas e estratégias faz sua gameplay variar bastante e entender como cada sala funciona é uma arte que você precisa aprender enquanto morre dezenas de vezes.

O jogo não é super difícil, mas é o tipo de sistema de batalha que tem nuances suficientes para deixar você horas jogando e pensando no que fazer, mas pode parecer um combate bastante repetitivo se você estiver apenas tentando passar de nível.

Hotline Miami Collection foi analisado no Nintendo Switch com uma key disponibilizada pela Devolver Digital

Publicado em 5 de setembro de 2019 às 07:00h.
2019-09-05 07:00:38