Análises Destaques Games PC PlayStation Sony

Análise | Madden 19

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins
Madden 19

O futebol americano retorna mais uma vez com Madden 19 da EA Sports. Como todo ano temos um novo jogo da série que é uma das maiores do mundo dos esportes, não só nos EUA mas no mundo todo. Com o novo jogo temos muitas coisas novas e melhorias, o que era de se esperar mas também temos problemas, vários problemas.

Madden 19 traz novidades muito boas para o modo Franchise, que é um dos meus modos favoritos, onde posso controlar meu time favorito, Ultimate Team e temos a continuação do modo história, o Longshost. Entre as novidades de gameplay temos controles aprimorados, comemorações para touchdown, safety, interceptações e mais onde o jogador pode fazer o que ele quiser.

Em comparação ao que vimos em Madden 18 não parece muito diferente, mas há uma quantidade razoável de mudanças que podemos ver se analisarmos mais profundamente.

Longshot

Temos a volta do modo história do Madden com Longshot: Homecoming onde controlamos Devin Wade e Colt Cruise, que continuam perseguindo seus sonhos de serem jogadores da NFL, ao mesmo tempo em que reavivam a conexão com a cultura de futebol de ensino médio de sua cidade natal, Mathis, Texas. A história do jogo nos faz lembrar que futebol é família, comunidade e harmonia.

Mas Longshot: Homecoming dispensa inteiramente as escolhas feitas no primeiro jogo, tudo que você escolheu e faz não valeu de anda. A EA optou por pular um ano e efetivamente começar do zero. Ele encontra Devin Wade lutando para uma vaga no Dallas Cowboys, e Colt Cruise totalmente fora da NFL e de seu sonho. Suas histórias correm simultaneamente, com Wade tentando ganhar um lugar com os Cowboys na pré-temporada, e Cruise lidando com a família e as realidades de sua cidade natal e de sua vida.

A falta de interatividade na sua narrativa – de outra forma cuidadosamente pensada e bem-interpretada – torna o modo decepcionante. Existe uma opção de diálogo, chegando ao final desta história. Supõe-se que seja um modo de jogo distinto, mas o Homecoming é mais uma série de práticas ou exercícios de treinamento interrompidos por longas cinemáticas.

Em resumo Longshot: Homecoming era uma grande esperança para os fãs para dar uma nova cara ao Madden, mas foi a maior decepção de Madden 19.

Madden 19 não é para novatos

Uma coisa fica clara quando você começa a jogar: o game foi feito para fãs hardcore, já antigos e acostumados. Claro, que o modo Longshot meio que resolve esse problema, mas isso decepciona, e muito. A maior atualização deste novo Madden é o modo Franchise. Ele recebe uma boa melhora nesta versão, introduzindo uma série de novos recursos projetados para estender seu apelo de longo prazo.

O modo Franchise melhorou o sistema de ganho XP de versões anteriores. Agora, em vez de atualizar manualmente as estatísticas de um conjunto de pontos para cada caractere, você escolhe um punhado de arquétipos que alocam automaticamente pontos em diferentes estatísticas. Essa abordagem não é tão flexível, mas resolve uma infinidade de problemas: ela elimina o irrealismo das versões anteriores, elimina parte da confusão dada pelas estatísticas mais estranhas e, acima de tudo, é menos tediosa o que torna a gameplay ainda mais divertida.

Gameplay

A “guerra” na linha de scrimmage é substituída por uma sensação de caos mais suave, com tackles encaixados. Os jogadores também parecem cortar e mudar de direção de uma maneira mais contundente, mais sensível e suave, aumentando o realismo.

O Real Player Motion, que aprimora a introdução do mecanismo Frostbite no ano passado, agora obriga os jogadores a se prenderem significativamente seu movimento antes de mudar de direção. Isso os torna mais pesados ​​e notavelmente retardam seu movimento, mas obviamente, aumentam o realismo.

Madden Ultimate Team

O modo que dá mais lucro para a EA também, obviamente, está de volta. Claro, ainda temos problemas com a internet por causa de os servidores serem nos EUA quando se for jogar online, mas o MUT é bom e divertido para quem gosta.

Madden Ultimate Team agiliza as atualizações de jogadores do ano passado, introduzindo o Solo Battles, que permite que você jogue contra as versões controladas pela CPU das equipes MUT para subir na classificação e ganhar recompensas – uma boa alternativa à monótona rotina dos desafios solo. MUT Squads agora permite que você jogue contra a CPU, tornando-a uma ótima maneira de relaxar e jogar em cooperação com seus amigo.

Problemas

O maior problema de jogabilidade é a falta de consciência na lateral. Mesmo a cobertura de Antonio Brown, um dos melhores da liga, muitas vezes não consegue abaixar os pés ao tentar fazer uma captura perto da linha lateral a toda a velocidade. Os corredores e recebedores também podem ter seu impulso para empurrá-los para fora dos limites prematuramente.

Os replays continuam com problemas, muitas vezes exibidos a partir de ângulos ruins ou com zoom excessivo. Lesões que ocorrem longe da bola deixam o jogador se perguntando por que o jogador se machucou, já que nenhuma notificação é dada até algumas jogadas depois. As críticas também são problemáticas, com resultados questionáveis ​​nem sempre sendo vistos automaticamente pelo estande em turnovers ou escorando peças.

Resumindo

Madden NFL 19 tem coisas boas mas não foi o esperado. Adições ao Franchise Mode e ao sistema de animação provaram ser muito boas e bem feitas, mas o segundo ano do modo de história está decepcionante. As mudanças neste ano podem não ser animadoras, mas a longevidade do jogo pode se beneficiar muito aos jogadores com mais estratégia na construção de equipes e mais controle dos jogadores em campo.

Uma boa adição foi a chegada do game ao PC, o que não acontecia desde o Madden NFL 08, o qual eu como fã joguei muito, e traz ainda mais fãs de volta a série. Fãs mais novos, ou os que querem comprar para jogar pela primeira vez, Madden 19 não é indicado.

Madden 19 foi cedido para a Manual dos Games pela EA.


Para mais informações sobre games, acompanhe a Manual no Facebook, Twitter, Instagram e através de nosso canal no Youtube.

Publicado em 13 de agosto de 2018 às 12:18h.
2018-08-13 12:18:14