Análises Destaque Jogos Reviews e análises

Review | Omensight

Lançado em 15 de maio, Omensight é um jogo de ação e aventura com elementos de RPG desenvolvido pela Spearhead Games para PC e Ps4. O jogo é tido com um sucessor espiritual de Stories: The Path of Destinies, também desenvolvido pela Spearhead Games e sua história acontece no mesmo universo, porém, com um novo grupo de personagens.

Com o objetivo de evitar o fim do mundo, em Omensight vamos poder manipular o tempo e testemunhar os eventos que estão por vir a partir de diferentes perspectivas, acompanhando e interferindo em acontecimentos na vida de personagens que ocupam, voluntariamente ou não, posições fundamentais para o futuro de Urralia.

“O DESTINO DE URRALIA”

Você é o “Augúrio”, um guerreiro habilidoso e enigmático que existe fora do tempo. O Augúrio prevê a aniquilação da Reino de Urralia e é invocado com o objetivo de reescrever esse terrível destino.

O Reino de é governado pelo Império Pygarian, que busca por meio da força unir todo o reino.  Em meio à guerra de dominação promovida pelo império contra os demais povos, a Sacerdotisa Agnóstica, responsável por manter o Void em equilíbrio é assassinada, colocando em cheque a existência de Urralia.

Com o Reino sob a ameaça do Void, personificado como uma monstruosa serpente que representa o vazio que sucederá a destruição final do mundo, cabe ao “Augúrio” manipular o tempo e a história, buscando entender que acontecimentos levaram ao avanço prematuro do Void e descobrir como prevenir a total destruição de tudo o que existe.

Servindo com os olhos e a espada de Urralia, o “Augúrio” deve identificar os personagens cuja história se entrelaça com os acontecimentos que precipitaram a destruição do Reino. Caberá também a ele investigar os eventos relacionados ao assassinato da “Sacerdotisa Agnóstica”, interferindo diretamente nos acontecimentos ocorridos nos dias anteriores a destruição do Reino e reestabelecer o equilibro.

Review | Omensight

“LÁ E DE VOLTA OUTRA VEZ”

O jogo consiste basicamente em investigar os acontecimentos que motivaram o assassinato da Sacerdotisa, e para isso você precisará, por intermédio de diversas viagens no tempo, interagir com os personagens envolvidos nos eventos, interferindo quando necessário com o objetivo de evitar que Urralia seja destruída.

O “Augúrio” poderá voltar ao passo de quatro personagens principais, Ludomir, um brutamontes beberrão cuja única motivação após a morte da sacerdotisa é assassinar o imperador, Ratika, líder de um povo rebelde que luta por sua liberdade contra o império, Draga, general do império Pygarian e Indric, o imperador. O jogador poderá interagir com esses personagens após estabelecer um vínculo com suas almas. Por meio da participação dos diferentes eventos a partir do ponto de vista desses personagens, você vai tomar conhecimento de informações valiosas acerca do desdobramento de decisões específicas, escolhendo que informações dar a cada um deles durante suas viagens no tempo.

Review | Omensight

Em Omensight você pode correr, dar saltos duplos, realizar esquivas além de um movimento de ataque rápido e um movimento de ataque pesado. O personagem pode subir de nível com o uso da experiência obtida em combate e ao descobrir lembranças específicas durante o jogo. A cada nível obtido, o Augúrio desbloqueia uma nova habilidade de combate. Além disso, é possível coletar cristais escondidos em baús e barris posicionados aleatoriamente nas fases, com o uso desses cristais, você poderá aprimorar atributos ativos e passivos relacionados à movimentação, ataque e defesa.

O sistema de combate é simplório e entediante, e apesar de o personagem possuir algumas habilidades interessantes, como em qualquer outro hack and slash, você basicamente vai esmagar botões. Além disso, outro fator que pode incomodar a alguns, é o posicionamento fixo da câmera, que quase nunca funciona a contento, mesmo com uma história linear, onde há pouca possibilidade de exploração, o uso de uma câmera dinâmica e fixa não parece uma escolha acertada.

Durante o gameplay o jogador vai se deparar com diversas portas bloqueadas por cadeados, que guardam caminhos específicos ou lembranças que o auxiliarão no entendimento dos acontecimentos. A habilidade para desbloquear essas portas é adquirida ao longo do jogo, onde ao observar outros personagens as desbloqueando, o Augúrio adquire a mesma habilidade. Você poderá voltar no tempo quantas vezes quiser para explorar todas as portas e obter todas as informações escondidas por elas.

Review | Omensight

“GRÁFICOS E TRILHA SONORA”

Os gráficos em “Omensight” são primorosos, os desenvolvedores utilizam uma palheta de cores quentes que traz vida e densidade ao Reino de Urralia. Apesar dos níveis de detalhamento dos personagens ser simplista, o cenário como um todo é bem detalhado e com o uso de luz e sombras impressionante. A trilha sonora é interessante, e completa bem a experiência de jogo.

Review | Omensight

“CONCLUSÕES”

O sistema de combate pode ser simplista e chato para alguns, mas extremamente satisfatório e divertido para outros, não por acaso jogos com sistema de combate do tipo hack and slash a exemplo dos primeiros jogos da franquia God of War são muito populares. Porém, apesar de todos os elementos adicionados, o sistema de combate se resume a esmagar botões com a urgência de acabar logo com a batalha e ver o desenrolar da história.

Jogos de que optam por essa mecânica de combate precisam de algo a mais, que de profundidade ao game e motive o jogador a avançar em meio a tantas batalhas repetitivas que rapidamente se tornam cansativas, e Omensight oferece esse algo a mais ao nos apresentar uma história excelente, com personagens profundos, bem desenvolvidos e com personalidades próprias e convincentes.

A história possui algumas reviravoltas interessantes, e como um todo, apresenta um senso de urgência que motiva o jogador a avançar e descobrir o que pode acontecer em seguida. De modo que as idas e vindas em cenários repetidos não deixa o jogo entediante.

“Omensight” é um bom jogo de ação e aventura com elementos de RPG e foco na narrativa. Que vale a pena ser jogado devido a seu excelente enredo e personagens carismáticos e bem desenvolvidos.

“Omensight foi cedido à Manual dos Games para análise pela Spearhead Games”

Publicado em 1 de junho de 2018 às 14:31h.
2018-06-01 14:31:17

  • Compartilhe: