The Office | Steve Carell queria ter ficado na série, mas foi ignorado

Quando uma série acaba, ou um ator querido sai da série, é como se um grande espaço vazio fosse deixado em nossos corações. Foi assim com Steve Carell, como Michael, no The Office.

O ator permaneceu por queridas sete temporadas, desde o início da série até a sua entristecedora despedida, no fim do sétimo ano. Por boa parte do tempo, o público acreditou que a saída havia sido uma opção do próprio Carell, mas não foi bem assim.

Com o lançamento do livro The Office: The Untold Story of the Greatest Sitcom of the 2000s, de Andy Greene, alguns fatos interessantes foram revelados. Entre eles, afirma-se que Steve não queria ter saído. Muito pelo contrário, queria ficar por mais um par de anos, mas foi ignorado pelos comandantes da NBC. (via Collider)

De acordo com a equipe de produção do sitcom, a confusão começou com uma entrevista à BBC, onde o ator disse que não saber se continuaria na série. Dado o contexto da troca de presidentes da emissora na época, a frase têm um contexto firme, mas acabou sendo retirada do tópico e interpretada (provavelmente) erroneamente pelo novo CEO na época, Bob Greenblatt.

Greenblatt não tinha o mesmo apreço por The Office como seu antecessor, Randy Cordray, e acabou levando a afirmação como uma desistência de Carell, e não à incerteza devido ao encerramento do contrato.

Os membros da equipe dos bastidores revelaram que Steve foi mal interpretado e tentou contato para tentar negociar normalmente a renovação de seu contrato por mais dois anos: “Ele planejava ficar no programa. Ele falou com o agente dele, que falou com [a NBC] e disse que [Carell] estava disposto a assinar por mais dois anos”, disse Kim Ferry, que trabalha com o visual dos personagens na série. A negociação acabou não ocorrendo “O prazo para eles fazerem uma oferta chegou, passou e eles não tentaram negociar (…) o que é insano para mim” completou.

Steve percebeu que os chefes responsáveis da série não estavam ligando muito para sua presença na série, tendo em vista que sequer uma negociação foi feita, e disse que o melhor era seguir para outros projetos.

“Ah, talvez eles não liguem que eu saia. Talvez eu deva fazer outras coisas.” Brian Wittle parafraseou Steve Carell, falando sobre sua conversa pessoal com o ator. “Então eu acho que isso deixou mais fácil para ele [sair], porque quando as notícias da entrevista saíram, ele já suspeitava que as pessoas no comando já não faziam questão que ele estivesse ali.

The Office foi transmitido de 2005 a 2013. Como um mockmentary, o seriado mostrava a vida em um escritório não tão normal de uma distribuidora de papel.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.

Gostando de nossos conteúdos? Nos ajude compartilhando.​

VEJA TAMBÉM

Comentários: