Games

Um Exemplo de Superação ”Não é porque jogo com uma mão, que vou temer meu oponente”. 

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins
Rodrigo encontrou nos games o combustível para superar o momento mais difícil de sua vida.

Olá, leitores. Antes de mais nada, gostaria de desejar um excelente 2020 a todos vocês. Para começar o ano, decidi  compartilhar no Manual dos Games, a história do Rodrigo, mais conhecido como Esquerdinha. Após um trágico acidente de carro ele perdeu os movimentos da mão direita, e teve que dar adeus a um primo que considerava um verdadeiro irmão. Rodrigo encontrou no videogame motivação e forças para seguir em frente.

Me fala um pouquinho de você! Conta um pouco da sua história

Eu me chamo Rodrigo, mas sou mais conhecido por Esqueridinha, tenho 26 anos e moro no interior de São Paulo. O acidente aconteceu no retorno de uma festa numa cidade vizinha, eu e meu primo tínhamos bebido e resolvemos voltar no mesmo dia, esse foi o nosso erro. O carro acabou caindo de uma ponte e eu fiquei preso em galhos de arvores, infelizmente meu primo foi vítima fatal do incidente.

Eu fiquei em coma durante 15 dias, e a equipe medica disse que provavelmente eu não sairia com vida do hospital, e se acaso houve-se o milagre de ainda sobreviver, ficaria tetraplégico. Bom, hoje graças a Deus eu ando e levo uma vida normal, minha única sequela foi no braço direito.

Você posta bastante vídeo de Cod, Rainbown Six.. que são jogos multiplayer bem competitivos. Como você lida com a disputa com outros jogadores? 

Além dos FPS, eu sou apaixonado por RPG e todos os jogos da linha Souls, o que me motiva a jogar Fps, é o grau de dificuldade, com relação a enfrentar outros jogadores nunca me senti inferior a ninguém. ”Não é porque jogo com uma mão, que eu vou temer meu oponente por ele jogar com as duas, jamais”. 

Falando em dificuldade, você me contou que platinou Sekiro, eu confesso que foi um jogo que eu abandonei, por não superar a dificuldade. Como foi sua experiência?

Sekiro é uma obra de arte, eu já terminei ele umas 9 vezes. Levei mais o menos, umas 100 horas para platinar. O que me motivou no Sekiro foi justamente a sua dificuldade, o lance de testar meus limites, eu foquei demais no game e foi ficando cada vez mais difícil, minha mãe ouviu muitos palavrões aqui em casa. Se eu fosse você voltaria a jogar Sekiro, tenta outra vez, você vai conseguir.

Eu notei nos seus vídeos, que você não usa nenhum tipo de controle adaptado, é um controle comum igual o meu e o de todo mundo, né? 

É um controle normal, eu não uso a nenhuma adaptação. Já me indicaram alguns modelos, mas eu gosto de testar meus limites, e até agora meu limite tem sido o céu.

Qual a importância do videogame na sua vida?

Abaixo de Deus, o videogame foi fundamental na minha recuperação. Algumas pessoas dizem que os jogos nos tornam pessoas violentas, isso não é verdade. ”Foi o videogame que me trouxe de volta a vida”.

Vocês podem acompanhar o Esquerdinha no twitter por lá, ele sempre posta gameplay dos jogos que ele anda jogando. E ele me contou também, que pretende futuramente fazer lives e postar vídeos no Youtube.

 

Compartilhe esse post nas suas redes sociais:

Para mais informações sobre games, acompanhe a Manual no Facebook, Twitter, Instagram e através de nosso canal no Youtube.

Publicado em 2 de janeiro de 2020 às 13:55h.
2020-01-02 13:55:44