Análises Destaque Games Microsoft PC Playstation Sony Xbox

Análise | Tom Clancy’s The Division 2

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

The Division 2 é um jogo RPG com foco no cooperativo e que traz como enredo de sua história um grande caos que ocorreu nos Estados Unidos da América, especificamente no estado de Washington D.C, no qual várias pessoas foram contaminadas por um surto ocorrido durante a Black Friday (época do ano em que o comercio é bastante agitado por incríveis promoções) nas notas de dólares, o que ocasionou a morte de muitos cidadãos nos EUA.

O jogo foi lançado oficialmente no dia 15 de Março deste ano, sendo desenvolvido e produzido pela Ubisoft, que teve como desafio em seu novo game, acabar com as lembranças do lançamento “desastroso” do seu antecessor, onde houveram muitas reclamações e frustrações por parte dos jogadores.

Muitos indicaram que The Division 1 era extremamente repetitivo, e possuía muitos problemas durante a gameplay, onde eram encontrados diversos bugs e instabilidade de servidor. Mas em The Division 2 tudo isso foi corrigido e a Ubisoft se dedicou ao extremo para agradar e superar as expectativas dos seus fãs e jogadores.

HISTÓRIA

Apesar de não ser o grande destaque do jogo, The Division 2 traz um plot muito interessante, lembrando aqui que tudo  se passa alguns meses depois do primeiro jogo, onde ocorreu uma forte epidemia depois da criação de um vírus verde feito pelo Dr. Gordon Amherst, que acabou por destruir boa parte da cidade e dos residentes de Nova York.

Você terá o objetivo de salvar os Estados Unidos após essa epidemia ter se espalhado para outras regiões do país, chegando em Washington D.C durante a Black Friday. A sua missão, caro agente da Division não será nada fácil, pois encontrará facções e muitas gangues espalhadas pelo imenso mapa do game, e que terá que proteger os civis dos ataques destes grupos em busca do controle do país e também na busca por muitos recursos.

O game não é focado na história como havia dito anteriormente, porém cada missão que você fizer, incluindo as principais e as secundárias, terão algum sentido e objetivo para melhorar a situação na qual o país se encontra, saiba que nada será em vão. Tudo terá um sentido dentro do The Division 2, mas vale lembrar que o game possui poucas cutscenes e sua história é bem rápida de ser concluída, porem depois de zerar o game, você ainda terá muitos objetivos para realizar dentro do jogo, incluindo novas missões de invasão e o modo PvP que ainda iremos falar sobre.

GRÁFICOS

Quando entramos pela primeira vez no game e observamos aquele cenário grandioso de Washington, percebemos o quanto The Division melhorou em relação aos seus detalhes e gráficos, principalmente quando vemos uma vegetação bem verde e com cores nítidas, além de uma textura muito bem feita, mesmo que ás vezes seja notável a percepção na demora da renderização de algumas partes do cenário da região em que esteja naquele momento.

Principalmente para quem jogou o antecessor, notamos o quanto os gráficos foram melhorados e aperfeiçoados, o jogo realmente está bem bonito! Se você estiver jogando em um Xbox One X ou PS4 Pro poderá se divertir desfrutando de uma excelente resolução, o que enriquece a qualidade gráfica do game!

SONOPLASTIA

O que comentar sobre os áudios do jogo? Estão impressionantes! Principalmente durante os diálogos dos inimigos, quando percebemos xingamentos e uma conversa bem informal entre eles, possuindo uma dublagem muito bem produzida também. O efeito sonoro dos tiros durante os combates estão muito bons e chegam a perfeição! O jogador se sente um verdadeiro atirador de elite!

Existem momentos durante a gameplay que vocês são vão escutar o som ambiente e os passos das patrulhas que povoam a cidade á qualquer hora do dia, principalmente quando forem fazer alguma atividade ou missão à noite.

OBJETIVOS E ATIVIDADES

Se você gosta de um jogo com foco no cooperativo e que necessita de horas de gameplay em busca dos melhores equipamentos e armas, com certeza The Division 2 irá te agradar, pois os objetivos do game não vão além das missões da história e as secundárias, muito pelo contrário, você terá diversas atividades disponíveis caso queira explorar e aproveitar mais do jogo. Isso porque encontrará durante o mapa de Washington alguns esconderijos espalhados, e seu objetivo será desbloquear e descobrir eles para poder liberar a viagem rápida, o que torna um recurso extremamente fundamental e importante para o deslocamento de regiões, visando que a escala do estado é enorme.

Nesses esconderijos você poderá também organizar as partidas em busca de jogadores para realizar as seguintes atividades ou objetivos: contratos, zona cega, pedido de ajuda, exploração no mundo aberto e muitas outras funções.

Além dos esconderijos, encontraremos no mapa alguns pontos de controle, que estarão sendo dominados em sua maioria por gangues e facções rivais, sendo elas podendo ser: Hienas, Herdeiros, Exilados ou os Pata-Negra. Se você conseguir tomar a posse do ponto de controle, você automaticamente irá habilitar a viagem rápida e também ganhará XP ao fornecer e doar recursos para a patrulha que cuidará daquele local especifico recentemente tomado por você e/ou sua equipe.

A CASA BRANCA E AS COLÔNIAS

Casa Branca, conhecida também como “A Base de Operações”, é um dos locais mais importantes do jogo, onde o jogador realiza muitas funções como a infusão de armas, a compra e venda de equipamentos e também o upgrade nas suas habilidades e vantagens, que é feito através do uso das suas Tecnologias Shade encontradas pelo mapa e conquistadas em outras atividades. É importante o jogador desbloquear todo tipo de vantagem conquistada, e tudo isso é feito apenas na Casa Branca.

Porém além deste local, temos também as Colônias (Teatro e do Campus) que são locais onde também encontramos comerciantes e pessoas para recrutar no intuito de desbloquear algumas funcionalidades dentro do jogo, como por exemplo a participação em um clã, ou até mesmo o reconhecimento da Zona Cega, além dos projetos que são objetivos que você deverá concluir em troca de um bom XP, inclusive recomendo fazer a maioria dos projetos iniciais solicitados, pois poderá chegar ao level 30 com mais facilidade.

PODE SE TORNAR CANSATIVO…

Se você está apto ao sistema de RPG encontrado em muitos jogos conhecidos e semelhantes ao The Division 2, saberá que muitas vezes será preciso repetir as mesmas missões algumas vezes para poder avançar na história ou para tentar dropar aquele loot (equipamento) necessário para aumentar seu poder. Porém, como afirmei anteriormente, o game não possui muitas missões principais, por tanto você provavelmente terá que fazer as mesmas missões algumas vezes, até mesmo devido ao sistema de missões diárias encontradas no jogo depois que você chega ao level 30 e finaliza a história principal.

Depois de ter fechado a história, o jogo ainda possui muito conteúdo, e será preciso avançar nos Tier dos Mundos para poder continuar e poder ganhar equipamentos que possuam uma pontuação maior, por tanto será necessário a realização de algumas missões principais para poder desbloquear novos desafios, então terá que ter paciência para realizar as Fortalezas (um dos grandes desafios encontrados no jogo) com duração de 1 hora em média por algumas vezes, pois até chegar os novos conteúdos gratuitos do primeiro ano prometidos pela Ubisoft, talvez você se sinta cansado do jogo, ou torne a experiência um pouco chata depois de algumas horas de gameplay. Mas isso não torna o The Division 2 um jogo ruim, muito pelo contrário, a experiência de joga-lo é incrível! Porém essa questão pode ser considerada um problema para alguns jogadores que não tenham muita paciência para realizar objetivos e missões que já foram concluídos pelo mesmo outra vezes.

O jogo começa pra valer depois que você chega ao level 30 e zera a campanha principal, com isso após alcançar esse marco, você poderá escolher sua classe podendo alternar á qualquer momento de acordo com a sua preferência. Cada classe possui uma arma específica como por exemplo a besta, ou até mesmo o Lança-granadas.

PONTOS POSITIVOS

Sistema de loot: Os loots encontrados, ou melhor, os equipamentos que você encontrará após finalizar inimigos com a barra de vida dourada, serão de alto nível e o jogo não tem um progresso lento ou enrolado, basta a realização dos objetivos necessários ou de algumas partidas nos modos PvP que você encontrará loots melhores o tempo todo, até que você chegue no poder de pontuação máximo do Tier atual, lembrando que após a chegada de novos conteúdos, esse limite irá se expandir.

Diversos modos PvP: É possível encontrar partidas de Mata-Mata em equipe, como também o modo Dominação, onde duas equipes de quatro jogadores irão competir entre si em confrontos muito divertidos. E não podemos esquecer de citar a famosa Zona Cega, que lhe permite buscar ótimos equipamentos lendários contra inimigos de facções como também jogadores em meio de uma pequena região (Leste, Oeste ou Sul). Lembre-se que neste modo todo cuidado será pouco, caso contrário você poderá perder tudo o que conseguiu durante a partida, caso seja roubado por uma equipe adversária, é uma tensão absurda!

Dublagem e Legenda: Muitos por não terem o domínio da língua inglesa sofrem com a falta de dublagem ou legenda em Português do Brasil em alguns jogos, porém no The Division 2 isso não será um problema, pois o jogo possui uma boa dublagem e legendas para facilitar a interpretação durante os diálogos dos personagens.

Novas mecânicas: Sistema de cover melhorado, entre outras funções encontradas no game, principalmente no manuseio de determinadas armas.

PONTOS NEGATIVOS

Dificuldade na organização de partidas: A depender do horário que você for jogar o game, provavelmente terá dificuldade para encontrar esquadrões procurando confrontos ou pedindo reforços, o que causa um pouco de frustração por parte do jogador.

Queda de FPS: Durante alguns momentos de combates e tiroteios frenéticos, é perceptível a queda dos frames.

Bugs e problemas: Muitos jogadores relataram alguns bugs encontrados durante a jogatina do game, e em especifico podemos citar a questão da lentidão na renderização na arquitetura do cenário, o que pode-se dizer que o jogo não foi bem otimizado para o console.

VALE A PENA?

The Division 2 com certeza é um game que vale o seu dinheiro e sua dedicação, te dará muitas tarefas a serem concluídas e a experiência do cooperativo com certeza é uma das melhores que você já possa ter desfrutado!

Conhecer um pouco do distrito federal dos EUA é extraordinário, passeando e visitando locais conhecidos e vistos em filmes internacionais, no meio de um conturbado momento do país e no qual você será o responsável por tentar salvar essa população dessa doença que alastrou a sociedade.

A cópia de The Division 2 foi gentilmente cedida à Manual dos Games para análise pela Ubisoft.

Publicado em 30 de março de 2019 às 14:45h.
2019-03-30 14:45:57